Flamengo e Internacional liquidam adversários e assumem liderança dos seus grupos na Libertadores

Flamengo v Santos - Brasileirao Series A 2018

Mais dois times brasileiros entraram em campo na quarta-feira, pela segunda rodada da Taça Libertadores. Internacional e Flamengo enfrentaram, respectivamente, o Alianza Lima, do Peru e a Liga de Quito, a LDU, do Equador. As equipes brasileiras, cientes da dificuldade da competição, onde os tropeços, principalmente em casa, podem comprometer a classificação para a próxima fase, não vacilaram e fizeram valer não só o mando de campo, como também a superioridade técnica e derrotaram seus respectivos adversários.

Inter e Fla já haviam estreado com vitória na abertura do certame continental. Com o triunfo nesta segunda rodada, os dois representantes nacionais assumiram a liderança isolada dos seus grupos, cada um com seis pontos. O acúmulo de vitórias já nas duas primeiras rodadas garante uma margem importante na pontuação para a passagem às fases de mata-mata da Libertadores, onde não há espaço para tropeços e vacilações, pois trata-se de fase eliminatória da competição.

Jogando em Porto Alegre, em seus domínios, o Internacional soube se impor diante do adversário – tecnicamente inferior – e tratou de não dar chance ao adversário, fazendo 2 x 0 e assegurando a vitória, que lhe rendeu os três pontos e a liderança do Grupo A. Nico López foi o nome do jogo, autor dos dois gols do Colorado na partida. O Internacional se comportou como um verdadeiro participante de Libertadores, liquidando a partida ainda no primeiro tempo, com os dois tentos acontecendo antes dos vinte minutos iniciais.

Os gaúchos entraram em campo determinados e, com uma marcação forte e sob pressão, sufocaram o adversário em seu próprio campo, com bolas recuperadas e logo servidas ao ataque. Foi assim que rapidamente chegaram ao primeiro gol aos nove minutos e logo em seguida ao segundo, aos dezenove. Atordoado, o time peruano mal conseguia entender o que se passava, tamanha a fúria dos comandados do técnico Odair Hellmann, que simplesmente não deixaram os adversários respirar em campo.

O próximo compromisso do Internacional na Libertadores é contra o atual campeão, o River Plate-ARG, que em partida também pelo mesmo grupo, tropeçou nos chilenos do Palestino, empatando sem abertura do placar. Antes de encarar os argentinos, todavia, os colorados disputam o maior clássico do sul do país, o Grenal, em compromisso pela penúltima rodada do campeonato gaúcho.

Outro time brasileiro que esteve em campo e também fez bonito, foi o Flamengo. O rubro-negro enfrentou, diante de sua torcida, no Maracanã, a Liga de Quito (LDU) e fez o dever de casa. Sempre empurrado por sua imensa torcida, o “Mengão” fez 3 x 1 nos equatorianos e assumiram a liderança isolada do grupo D, agora com seis pontos. O Flamengo teve uma vitória convincente, pois foi o dono do jogo em todos os momentos. A Liga de Quito valorizou a vitória do Flamengo, pois teve dois pênaltis a seu favor, convertendo um deles e desperdiçando outro, defendido por Diego Alves. Os gols rubro-negros foram assinalados por Everton Ribeiro, Gabriel Barbosa (Gabigol) e Uribe.

Copa do Brasil – Corinthians vence fora de casa 

Pela terceira fase da Copa do Brasil, em partida isolada, o Corinthians viajou até Fortaleza para enfrentar o então invicto Ceará e não tomou conhecimento dos cearenses. O “Timão” realizou uma partida segura e consistente, mesmo com o campo pesado depois de um forte temporal, e venceu os donos da casa pelo placar de 3 x 1.

A chuva atrasou o início da partida, mas não atrapalhou o esquema tático do técnico Fábio Carille, que soube montar um esquema eficiente para furar o bloqueio montado pelo técnico Lisca, que funcionou tão somente no primeiro tempo. Na segunda etapa, o time paulistano deslanchou, com Junior Urso abrindo o placar, Juninho empatou, de pênalti, para o time da casa. Melhor em campo, o Corinthians voltou a ficar em vantagem no marcador com Vagner Love, depois de um bom passe de Sornoza. Jadson ampliou novamente sete minutos após o segundo gol, dando números finais ao placar. Com a vitória, o Corinthians leva uma importante vantagem para a partida de volta, marcada para o dia 3 de abril, em seu campo.