São Paulo coloca fim a jejum de cinco jogos sem vitória e volta a vencer no Paulistão

São Paulo

Talvez embalado pela folia de Momo, os jogadores do tricolor paulista entraram em campo no domingo muito mais energizados e dispostos a colocarem um fim ao jejum de cinco partidas sem conhecer a vitória. Foi preciso o segundo dia de carnaval para animar a galera sãopaulina, que se não desfilou em campo, pelo menos mostrou uma outra postura dentro das quatro linhas, quando enfrentou e derrotou o Bragantino, na casa do adversário, pelo placar de 2 x 0, marcando o reencontro da equipe com a vitória.

Os dois gols que deram a vitória ao tricolor paulistano foram marcados ambos no segundo tempo, sendo o primeiro pelo atacante Pablo e o segundo pelo zagueiro Arboleda. Não foi o que se pode dizer exatamente de uma grande e brilhante exibição por parte do vencedor – não, longe disso -, mas o time dirigido interinamente por Wagner Mancini demonstrou em campo, segurança, consistência tática e soube usar sua superioridade técnica para se impor diante do adversário. Claro que ainda faltam muitos ajustes para o time voltar a praticar o grande futebol que todos conhecem e já viram o São Paulo Jogar, mas o triunfo do domingo devolve ao time a confiança necessária para se reerguer na competição. Os três pontos somados com a vitória sobre o Bragantino recolocam o São Paulo na zona de classificação para a etapa decisiva do Paulistão. O time voltou a liderar o Grupo B, agora com 13 pontos.

Depois de terem que aguardar por 1 (uma) hora e meia para entrar em campo, Santos e Oeste protagonizaram a partida mais emocionante da rodada do Paulistão. A Chuva torrencial que desabou sobre a capital paulista, no entanto, não afastou os torcedores e menos ainda desmotivaram as duas equipes, que fazem ambas uma  campanha bastante regular no maior e mais importante campeonato estadual do país. O Pacaembu foi palco deste espetáculo no sábado de carnaval, onde a persistente chuva quase não permitiu a realização da partida.

O Oeste abriu o placar num golaço de Bruno Lopes, que viu o goleiro santista adiantado e chutou de fora da área, encobrindo Wanderley. O Santos só viria a encontrar e empate aos 42 minutos, num gol contra. Mas o bom time do Oeste nem deixou os santistas comemorarem, pois desempataram 1 (um) minuto após, com  Matheus Jesus, numa boa cabeçada de dentro da área, se antecipando ao zagueiro.

Na segunda etapa o time praiano voltou decidido a não deixar escapar os três pontos que lhe assegurariam a classificação à fase decisiva. Mesmo com o campo sem oferecer as melhores condições para a posse de bola, o trime do técnico argentino Sampaoli foi para cima e encontrou o empate através de Derlis Gonzáles. Mas o empate não era o bastante para o “Peixe” e na pressão sobre o adversário, quando tudo já parecia se encaminhar para o empate, Victor Feraz fez a alegria do torcedor santista, que passou a ficar também encharcado de felicidade com o gol de desempate e a vitória pelo placar de 3 x 2, garantindo a ida  dos santistas para a próxima fase. Festa santista no Pacaembu, com muita comemoração, aproveitando o sábado de carnaval.

Ainda no sábado carnavalesco, o Corinthians foi até Sorocaba enfrentar a equipe local, o São Bento e voltou com  somente 1 (um) ponto na bagagem, ao empatar em 1 x 1. O alvinegro paulistano chegou a abrir o placar numa boa jogada pelo lado esquerdo numa bola bem trabalhada por Sornoza, que Clayson concluiu. Ma os comandados de Fábio Carille não conseguiram segurar a vantagem e permitiram o empate do São Bento, numa partida equilibrada. Ao contrário da capital, muito sol e calor no interior paulista, onde era visível o desgaste dos jogadores, particularmente do Corinthians, que vem uma sequência de dez jogos, por três competições, a Copa do Brasil, a Sul-Americana e o próprio Paulistão. O time terá agora 1 (uma) semana para se recuperar e treinar, pois só volta a campo no próximo domingo, quando estará enfrentando, no clássico, o Santos.