Copa Sul-Americana – Times brasileiros tropeçam em adversários frágeis. Santos é eliminado da competição

Santos eliminado

Não foi exatamente uma noite muito feliz para dois times brasileiros que disputam a segunda competição mais importante do continente. Na terça-feira, Santos e Fluminense estiveram em campo em partidas válidas pela Copa Sul-Americana e não conseguiram alcançar os resultados que almejavam.

O tricolor das Laranjeiras fez a sua estreia no torneio jogando em casa, diante de sua torcida e não conseguiu ir além de um melancólico empate em zero a zero contra o modesto Antofagasta, do Chile. Embora tenha martelado o tempo todo em busca do gol, a bola insistiu em não entrar, muito em função da grande atuação do goleiro adversário, que foi o grande responsável pela não abertura do placar pelo time brasileiro. O Fluminense não chegou a jogar mal, mas não foi efetivo na construção das jogadas ofensivas e também nas conclusões, numa noite onde o atacante Yony González não atuou bem, particularmente nas finalizações em direção ao gol chileno.

Estreando em casa, o Flu deixou escapar a oportunidade de impor sua superioridade e deixar a classificação encaminhada para a partida de volta. Para isso, precisava fazer um bom resultado nesta primeira partida, em casa, diante de sua torcida. Mas, infelizmente, não foi o que aconteceu. Embora nada ainda esteja decidido, pois haverá a partida de volta, tudo já ficou um pouco mais complicado. O tricolor irá necessitar, neste segundo confronto, de pelos menos empatar pelo mesmo placar e levar a decisão para os pênaltis. Se vencer por qualquer marcador, assegurará a classificação. Um empate com gols também garantirá a passagem do time carioca à próxima fase.

O outro time brasileiro que esteve em campo pela mesma competição foi o Santos, que recebeu a visita do River Plate-URU e foi eliminado pelos visitantes, depois de um empate pelo marcador de 1 x 1. A partida foi realizada no Pacaembu, com portões fechados, pois o Santos cumpria uma punição imposta pela Conmebol. O time, que é treinado pelo argentino Jorge Sampaoli e que faz a melhor campanha no “Paulistão” não vem conseguindo reeditar as mesmas boas atuações na competição do continente.

Na primeira partida, o “Peixe” não foi além de um empate, sem abertura do placar. Mas a vitória, jogando em casa, era não só perfeitamente possível como até mesmo o mais provável, dada a superioridade técnica do time praiano. Mas o Santos não conseguiu mostrar em campo a mesma performance que vem tendo no campeonato estadual. Na partida o gol de abertura do placar foi do time adversário e o Santos somente encontrou o empate já depois dos quarenta minutos da etapa complementar, o que acabou dificultando a reação. A eliminação precoce de mais um time brasileiro em uma competição do continente (a primeira foi a do São Paulo na Libertadores) fragiliza o futebol nacional nas duas importantes competições do continente. Isso em um ano onde o Brasil sediará a Copa América de seleções.

Campeonato Gaúcho – Grêmio vence mais uma e assegura classificação

Pelo “Gauchão”, complementando a rodada do final de semana, o Grêmio derrotou o Veranópolis pelo marcador de 2 x 0 e com o resultado, assegurou a ida às quartas de final. O Tricolor dos Pampas lidera a competição somando vinte pontos, com seis vitórias e dois empates. Na vice-liderança está o rival Internacional, que soma dezesseis pontos, com cinco vitórias, 1 (um) empate e duas derrotas.

Em partida isolada na terça-feira, o confronto foi entre São Jose e Brasil de Pelotas. Melhor para os visitantes, os pelotenses, que mesmo na casa do adversário impuseram sua maior categoria e experiência e fez 3 x 1 nos donos da casa. Na tabela de classificação, no entanto, o time da cidade de Pelotas aparece tão somente em décimo lugar, com sete pontos, fora a zona de classificação para as quartas de final. O São José, mesmo com a derrota, figura na quarta posição, somando doze pontos, com a classificação praticamente assegurada à próxima fase.