Emerson
|

Faltando poucos dias para o fechamento da janela européia de transferências de jogadores, o milionário time catalão do Barcelona leva para a Europa mais uma revelação do nosso futebol, empobrecendo ainda um  pouco mais o esporte mais popular e de maior prestígio no país.

Todos os anos acontece a mesma coisa. Os gigantes europeus investem somas vultuosas para ter em seus elencos as estrelas que são reveladas nos países onde se pratica o melhor do futebol, particularmente na América do Sul, com destaque, obviamente, para os jogadores brasileiros.

O Barcelona anunciou a contratação da revelação do Atlético-MG, o jovem lateral direito Emerson, que neste momento está defendendo o selecionado nacional sub-20 em torneio do continental que se realiza no Chile. Emerson vem se destacando como um lateral de grandes qualidades e habilidades, com presença eficiente tanto na defesa como no ataque, lembrando o ex-lateral da seleção e do próprio Barcelona, Daniel Alves, em algumas características. O time Catalão desembolsou R$ 50 milhões para ter o futebol do brasileiro, que primeiramente defenderá a equipe do Betis, por empréstimo, onde deverá ficar até meados de 2019, antes de ir em definitivo para o Barcelona.

A ida de mais uma revelação da nova safra de craques brasileiros para os gramados europeus debilita ainda mais o futebol nacional, onde a precária estrutura, a falência generalizada das equipes e as gestões fraudulentas dos cartolas dirigentes dos clubes escancaram as portas para o assédio dos investidores capitalistas europeus e também asiáticos (Japão, China).

Os torcedores avulsos e/ou suas organizadas devem avançar na perspectiva de uma luta contra a burocracia dirigente dos clubes, mobilizando o conjunto das torcidas para que os próprios torcedores assumam o controle democrático dos clubes em todo o país.

Relacionadas