Eslováquia não reconhece golpista como presidente da Venezuela: Guaidó só é apoiado pelo imperialismo

3830756_1200x

Da redação – A Eslováquia, país muito ligado à Rússia, diz reconhecer Nicolás Maduro como presidente legítimo da Venezuela. Trata-se de mais um país que se posiciona contra o golpe do imperialismo, que declarou, de forma ilegal, Juan Guaidó como presidente do país.

O líder do partido Direção Social-Democrata, que está no governo, Robert Fico disse que o que está ocorrendo na Venezuela é uma tentativa de “destruir o governo existente e colocar um títere [dos norte-americanos] como chefe-de-estado”.

Assim, fica muito claro. Apenas o imperialismo apoia o fascista Juan Guaidó. Guaidó é um funcionário de Trump que tem o papel de realizar na Venezuela a mesma coisa que os golpistas estão fazendo no Brasil: destruir o país e entregá-lo ao imperialismo norte-americano.