Mulheres
Relatório divulgado pela organização Oxfam demonstra em números a situação de escravidão a são submetidas as mulheres através do trabalho doméstico
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Housewife cleaning carpet with brush and doing housework.
A imagem de uma jovem mulher na cozinha é uma representação popular da "dona de casa perfeita" |

A organização Oxfam divulgou relatório no dia 19/01 que revela que o trabalho doméstico não remunerado prestado principalmente por mulheres vale 10 trilhões de dólares ao ano. A pesquisa revela a essencia da questão da mulher. O trabalho doméstico é uma forma de escravidão ao qual as mulheres estão submetidas.

As mulheres fazem 75% do trabalho doméstico não remunerado no mundo. No Brasil esse número é maior ainda, sendo que mais de 80% dos trabalhadores domésticos são mulheres. O estudo aponta ainda que, em todo o mundo, 42% das mulheres não conseguem um emprego pois são responsáveis por todo o trabalho doméstico, já entre os homens esse percentual é de apenas 6%.  O que demonstra que é essa situação é mais do que simplesmente uma dupla jornada, como se costuma falar, é um problema mais profundo, que diz respeito a superexploração do trabalho das mulheres.

Ainda quando o trabalho doméstico é remunerado ele também é exercido massivamente pelas as mulheres, sendo esse mal remunerado, com poucos ou nenhum benefícios e em horários irregulares.

Diante de todos estes dados, fica mais uma vez evidente que as mulheres são um dos setores mais oprimidos na sociedade e que o capitalismo se sustenta também pela opressão e exploração das mulheres trabalhadoras. Esse é o problema fundamental da luta da mulher e relacionado a ele que estão ligados os demais problemas relativos as mulheres.

Por isso também a questão da mulher não é apenas a questão da mulher operária, mas de todas as mulheres, embora logicamente a mulher trabalhadora sofra muito mais com essa situação .

Para que as mulheres possam estar em um patamar de igualdade é necessário que cesse a escravidão do lar, imposta através das responsabilidades que recaem sobre elas, da criação dos filhos e manutenção da casa. Enquanto não existirem mecanismos que suportem essas tarefas, as mulheres não conseguirão se desvencilhar da vida doméstica que impede que se integrem de forma efetiva na vida social e nas forças políticas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas