Barrar o “Escola com fascismo”: nesta quinta-feira, todos à Câmara Municipal de SP contra a extrema-direita

escola (1)

Da redação – A Câmara Municipal de São Paulo pautou para esta quinta-feira (20), a votação do projeto da “Escola com fascismo”. Em reação imediata contra a extrema-direita, os professores organizados no Comitê de Luta Pela Educação Sem Censura, dos Comitês Contra o Golpe na capital de São Paulo, junto ao Comitê de Solidariedade Educadores em Luta – composto de professores da corrente do PCO – e da APEOESP – sindicato dos professores públicos de SP -, convocaram um ato na Câmara para impedir esse avanço fascista contra a educação pública.

Convocando através de um evento no facebook, os professores tem todo o apoio deste diário operário para unir professores, pais, alunos e todos que querem barrar os fascistas do MBL e mais esse ataque do governo golpista de Temer/Bolsonaro.

É importante a convocação amplamente para a luta na prática junto aos comitês contra a caça à bruxas nas escolas.