ES: Todo o apoio à greve dos rodoviários, que entra no segundo dia!

ae3b7e80-cd4b-0135-8cd9-6231c35b6685--minified

Da redação – A greve dos rodoviários da Grande Vitória, no Espírito Santo, entrou no segundo dia na madrugada desta terça-feira (04).

Na segunda-feira, ela foi deflagrada pelos trabalhadores dos ônibus que pedem 4% de aumento salarial, tíquete alimentação e melhorias no plano de saúde.

De acordo com o G1-ES, na última negociação com os empresários do transporte, os trabalhadores recusaram a contraproposta de 3% de reajuste.

“Os patrões não estão valorizando os trabalhadores e sequer estão dando ouvidos aos nossos pedidos. Mantemos a nossa posição de 4% e não vamos aceitar menos que isso. É um direito do trabalhador que estamos reivindicando”, disse ao portal burguês o presidente do Sindicato dos Rodoviários do ES (Sindirodoviários), José Carlos Sales.

A greve foi decidida pela categoria no domingo (02), em assembleia no centro de Vitória.

A justiça golpista determinou que 70% da frota (cujo total é de 1.426 veículos) estivesse nas ruas. Ontem, a decisão foi cumprida pelos operários. Demonstrando o lado em que está, o da extrema-direita golpista, o procurador do Estado, Alexandre Nogueira, disse que vai pedir a ilegalidade da greve e o aumento da multa (que sempre é dada pela justiça a serviço dos patrões) ao sindicato de R$ 200 mil para R$ 500 mil.

Hoje, o presidente da Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santos (Ceturb), Alex Mariano, afirmou que apenas 8% da frota estava na rua de manhã.

A Polícia Militar, outro braço fascista do Estado a serviço dos patrões, disse que às 4h já estava ocupando todas as garagens de ônibus. De acordo com informação da jornalista Viviane Machado, o comandante da PM relatou que os militares se surpreenderam com a recusa dos rodoviários em saírem das garagens, “já que não havia nenhum impedimento”.

Todo o apoio à greve dos rodoviários do Espírito Santo!