Ataque imperialista
Ataque comercial contra a Turquia foi feito após compra de armas junto à Rússia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Turkey's President Recep Tayyip Erdogan addresses the 74th session of the United Nations General Assembly at U.N. headquarters in New York City, New York, U.S., September 24, 2019. REUTERS/Lucas Jackson - HP1EF9O18CM9N
Presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan | Foto: REUTERS/Lucas Jackson

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, denunciou nesta quarta-feira (16) as sanções impostas pelos Estados Unidos na últimas segunda-feira. O governo norte-americano, aliado da Turquia na OTAN, não gostou da compra feita pela Turquia de mísseis antiaéreos S-400 da Rússia.

“Que tipo de aliança é essa? Esta decisão é um ataque direto à nossa soberania”, disse Erdogan em discurso na TV turca.

“Isso é um pretexto. O verdadeiro objetivo é deter o impulso do nosso país na indústria de defesa e nos tornar completamente dependentes”, afirmou.

Erdogan afirmou que Washington não quis vender seu sistema de defesa e que, após procurar outra solução, agora sofre sanções dos EUA.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas