Equador: mobilização contra a extradição de Correa

rafael_correa

Da redação – A capital do Equador foi tomada por uma multidão furiosa na última semana para protestar contra a extradição do ex-presidente Rafael Correa, que está na Bélgica e é acusado de participação em um sequestro frustrado de um adversário político.

Correa alega que as acusações tem motivação política, pois a oposição não tem condições de vencer em eleições democráticas.

A perseguição judicial ao ex-presidente equatoriano se soma a outras ações de mesmo tipo em países sul americanos, onde as lideranças nacionalistas de esquerda estão sendo neutralizadas por uma ação militante de juízes de direita que trabalham para os interesses imperialistas nos países da América Latina.