Proibido entrevistar Lula: Florestan Fernandes Jr., do El País, denuncia censura do STF

florestan

Da redação – O jornalista Leonardo Atucch, do site e TV 247, entrevistou o colega de profissão, Florestan Fernandes Junior, do El País e Rede Minas de Televisão, após as entrevistas dos dois jornais, somadas à da Folha de S. Paulo, terem sido canceladas pela ditadura do Supremo Tribunal Federal (STF).

Lewandowski tomou a decisão no mesmo dia em que o presidente da corte, Dias Toffoli, ordenou, em parceria com seu colega Luiz Fux, a volta a censura prévia ao Brasil ao passar por cima de todos que contraponham os interesses dos golpistas. O tribunal está nas mãos de um general golpista (Fernando Azevedo e Silva), e, em poucos dias, como assessor do novo presidente Dias Toffoli, a perseguição contra a classe trabalhadora  aumentou exponencialmente. Além das novas delações fabricadas conta o PT, Lula, Dilma, Haddad, vindas da Lava Jato, os “deuses de toga”, do alto do tribunal inquisitório, cancelaram entrevistas que outros juízes da mesma Corte concederam, abrindo um embate interno que marcou esta segunda-feira.

E vale ressaltar aqui que, ontem, em meio a tensão dos acontecimentos, Toffoli deu uma declaração amplamente criticada, afirmando que não se refere ao golpe que levou à ditadura em 1964, mas ao ‘movimento’ de 1964, algo típico dos milicos torturadores. 

Veja o vídeo da breve entrevista: