Siga o DCO nas redes sociais

Entrevista exclusiva
Preta Ferreira é mais uma vítima do governo Bolsonaro, diz irmã
Lorena Ferreira fala da atividade de sua irmã, da luta dos sem teto e da perseguição da direita golpista
maxresdefault
Entrevista exclusiva
Preta Ferreira é mais uma vítima do governo Bolsonaro, diz irmã
Lorena Ferreira fala da atividade de sua irmã, da luta dos sem teto e da perseguição da direita golpista
Líder popular está presa há mais de três meses. Foto: Reprodução/Youtube
maxresdefault
Líder popular está presa há mais de três meses. Foto: Reprodução/Youtube

Preta Ferreira, ativista petista, negra e sem teto, está presa há mais de três meses apenas por participar do Movimento dos Sem Teto do Centro (MSTC), de São Paulo, atuando em moradias ocupadas por famílias sem a menor condição de pagar por uma moradia digna devido aos altos custos de habitação destinados a aumentar os lucros dos especuladores imobiliários.

Ela foi presa com outros nove ativistas, em uma operação fraudulenta montada pela Polícia Militar a mando dos governos direitistas de Bruno Covas e João Doria (ambos do PSDB). É uma das muitas presas políticas no país desde o início do processo golpista que derrubou a ex-presidenta Dilma Rousseff, prendeu o ex-presidente Lula e levou ao poder o fascista Jair Bolsonaro.

O Diário Causa Operária conversou Lorena Ferreira, irmã de Preta, que também se considera uma ativista sem teto. Nesta entrevista, ela fala da atividade de sua irmã, da luta dos sem teto e da perseguição da direita golpista.

Como que é a atividade de sua irmã e do movimento junto aos sem teto?

A atividade da Preta é cultural. Ela organiza eventos, parcerias pra ocupar, traz alguns artistas pra conhecer e participar dos eventos da ocupação. Isso sem custo algum para o movimento ou qualquer morador. Ela traz a cultura, o lazer, informação pra pessoas que muitas vezes nunca tiveram a oportunidade de ir a um teatro, de fazer um curso de inglês, de ir a um cinema. Ela traz mais vida pro movimento através da arte.

Você poderia comentar sobre a falta de moradia digna e o absurdo dos preços dos aluguéis devido à especulação imobiliária?

Moradia é um direto constitucional. Como um trabalhador de baixa renda paga aluguel, ainda tem as contas do mês, o que sobra pra ele comer, vestir? Nada. O movimento de sem teto não está lutando para que ninguém deixe de pagar aluguel, ou para que possam morar de graça, mas para que tenham o direito de morar e pagar um valor justo dentro da sua renda.

Por que você acha que sua irmã foi presa e por que ela incomoda tanto o governo?

Minha irmã foi presa porque ela está sendo mais uma vítima desse governo machista comandado por homens brancos, um governo que trata mulher, pobre, preto como nada. Ela está presa porque teve coragem de lutar pelos menos favorecidos.

Você poderia nos contar um pouco do sofrimento dos sem teto e do centro da luta deles?

Nós, sem teto (eu digo nós porque eu também me considero uma sem teto) lutamos pelo direito à moradia digna, direito à educação, à saúde, direito a políticas públicas que é mais do que obrigação do governo garantir. Não é justo se negar o direito de ter um teto. É por isso que o movimento de moradia luta para que esses direitos sejam garantidos. Lutamos através do diálogo, com cautela e acima de tudo resistindo e não negando a nossa existência.