Entreguista capacho do imperialismo: Bolsonaro vai vender ferrovias e 12 aeroportos

Bolsonaro se encontra com empresários brasileiros

Da redação – Como já havia prometido o presidente ilegítimo em sua campanha eleitoral, Bolsonaro reafirmou que vai ampliar as “concessões” (leia-se privatizações) para os capitalistas, de ferrovias, 12 aeroportos e quatro terminais portuários.

Hoje (03), o governante eleito pela fraude postou em sua conta no Twitter (imitando seu amo, Donald Trump) dizendo que “rapidamente atrairemos investimentos” para a área de infraestrutura.

Ainda nessa quinta-feira, o político fascista se reúne com o Conselho de Ministros para tratar justamente das primeiras medidas que vão no sentido de entregar as riquezas e os recursos públicos e nacionais para os capitalistas e imperialistas.

Bolsonaro foi imposto pelo imperialismo na Presidência da República, contra a vontade do povo brasileiro, que queria Lula presidente. Após uma gigantesca manobra fraudulenta, o ex-deputado, prometendo fazer de tudo para atender às exigências dos monopólios capitalistas, foi escolhido pela burguesia para comandar o saque do País.

Os trabalhadores e toda a população devem, de imediato, se organizar em torno da palavra de ordem “Fora Bolsonaro”, para colocar para fora o governo mais entreguista e inimigo da população que já existiu no Brasil.