Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Enquanto o golpe sucateia universidades públicas para privatizar, sendo talvez os casos mais gritantes da UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) e mais recente na UEL (Universidade Estadual de Londrina), as instituições privadas mostram a maravilha que são. Cobrando preços exorbitantes dos jovens, que cansados de procurar o Procon, estão se manifestando.

Além disso, já publicamos nesse diário de notícias, o resultado da pesquisa da Clarivate Analytics, em que mostra dados da enorme discrepância de produção de conhecimento e pesquisa entre universidades públicas e privadas, sendo as últimas insignificantes.

Os estudantes da Uniderp/Anhanguera, de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, agendaram manifestação para o dia 6 de abril. Eles contam com a presença de mais de 300 estudantes, que ocuparão durante duas horas a Avenida Ceará e, em seguida, discutiram em Audiência Pública na Câmara Municipal de Campo Grande sobre cobranças abusivas e outros problemas da rede Anhaguera.

“Tem aluno que tem Fies 100% e mesmo assim consta no sistema como devedor da universidade. Essa situação e a indiferença da instituição para com os alunos é inadmissível e precisamos de uma solução imediata”, relata uma estudante de Odontologia.

O golpe está a cada dia tornando mais impossível estudar e trabalhar, todas as portas estão sendo fechadas. O país caminha para uma situação de miséria. A própria experiência tem mostrado que apelar para as instituições não surte efeito, como o Procon.

Todo apoio à manifestação dos alunos, esse é o caminho. É preciso que os estudantes também formem comitês de luta contra o golpe nas universidades. É necessário defender a redução nas mensalidades, o direito dos inadimplentes estudarem e também defender o fim do ensino pago, ensino público e gratuito para todos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas