Frente ampla com golpistas?
Pesquisa feita pela TV 247 apontou que a militância não concorda com decisão das lideranças do PT em apoiar o candidato do Maia do DEM a presidência da Câmara
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
maia-e-rossi-scaled
Rodrigo Maia (DEM) e Baleia Rossi (MDB) | Foto: Marcelo Camargo/ABr

Nesta segunda-feira (4) o canal de noticias TV 247 começou uma enquete entre seus assinantes sobre o apoio do Partido dos Trabalhadores – e outros partidos de esquerda – ao candidato para presidência da Câmara, indicado por ninguém menos que Rodrigo Maia do Democratas, Baleia Rossi do MDB. Algumas horas antes da pesquisa da 247, a bancada do PT na Câmara, de 54 deputadas e deputados (a maior da Casa) aprovou, por 27 votos a 23, o apoio à candidatura de Baleia Rossi. A sondagem feita com 4,9 mil pessoas, entre segunda e terça-feira se mostrou contra o apoio em 5 pontos percentuais.

A questão apresentada foi: “Um tema que tem provocado acalorados debates na TV 247 diz respeito à eleição para as mesas da Câmara. Na sua opinião, o Partido dos Trabalhadores deve adotar qual posição?” Lançar candidatura própria – 47%. Apoiar Baleia Rossi e compor a frente anti-Bolsonaro – 42%. Liberar a bancada para votar em qualquer candidatura – 5%. Adiar a decisão – 6%. O resultado mostra a impopularidade da politica que a esquerda está levando adiante, a politica de uma frente com os golpistas que participaram energicamente para a derrubada da ex-presidenta Dilma e a prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

Além de impopular, o apoio a indicação de Maia do DEM é antidemocrático e oportunista. Até porque os partidos da esquerda, estão fazendo essas manobras, em busca de cargos políticos irrelevantes na atual conjuntura politica, e à revelia da vontade de seus militantes. É bem sabido, que os cargos que os partidos buscam dentro da Câmara não vão levar a lugar nenhum, muito pelo contrário, essa atitude da esquerda legitima toda a farsa golpista e as eleições fraudulentas, que nada mais serve, se não para colocar os representantes da burguesia no poder, para que possam esmagar ainda mais a população brasileira.

Uma vez perguntado sobre uma possivel aliança que já vinha se formalizando a partir da direita golpista e dos setores mais direitistas a esquerda nacional antes mesmo das eleições municipais, Lula, rejeitou tal ideia dizendo “não ser Maria vai com as outras”. Sobre o apoio do PT ao Baleia Rossi, a ex-presidenta Dilma, em uma entrevista ao Breno Altman, jornalista do site Ópera Mundi, foi clara e disse que não há diferenças substanciais entre os três candidatos da direita, Baleia Rossi, Arthur Lira e Aguinaldo Ribeiro (Progressistas-PB). Quando foi dito que a Frente Ampla tem por finalidade a defesa da democracia, a ex-presidenta indagou: “Tem alguém mais contra a democracia do que foi o (P)MDB nos últimos tempos?”.

Tal apontamento do PT em direção a direita golpista tende a levar a crises gigantescas dentro do partido. Inclusive uma campanha iniciada por filiados e filiadas do PT, que ja conta com mais de 100 assinaturas e que será dirigido ao Diretório Nacional do partido, intitulado “Maia não dá!”, conclama os militantes a repelir o bloco anunciado em nome do PT no processo de eleição da Câmara. “É fato, o povo e a nação não tem relação possivel com essa operação! Para nós do PT, ela desqualifica a resistência ao golpe do impeachment dado por essa gente, às miseráveis PECs que votaram contra o povo e a nação, e é instrumento contra lutas futuras”. Fácil perceber também, o descontentamento da militância nas redes sociais, em relação a decisão tomada por um setor do partido.

Essa capitulação vergonhosa do PT diante da direita representada por Maia, com o suposto objetivo de combater o bolsonarismo é extremamente falsa, e visível até mesmo por aqueles que não tem nenhuma ligação com movimentos de esquerda ou organizações politicas. Visto que nesse momento o presidente da Câmara, está sentado em cima de mais de 60 processos de impeachment, que poderiam levar a cassação do mandato do governo ilegítimo e fraudulento de Bolsonaro a qualquer momento. Maia, já chegou a dizer com todas as letras, ser contra qualquer movimentação politica que possa levar a derrubada do atual presidente.

É importante também salientar que esse apoio ao Baleia Rossi, é uma clara extensão daquilo que podemos chamar de frente ampla, que nada mais é que uma frente da burguesia direitista, com as figuras mais espúrias da politica nacional que levou Bolsonaro ao poder, inclui-se ai, partidos como MDB, PSDB, DEM, PDT, PSL levando a esquerda pequeno burguesa a reboque e incluindo todo o PIG, Partido da Imprensa Golpista. Essa aliança tragicômica, para não dizer catastrófica, que está sendo amplamente divulgada como a salvação da “democracia” contra o “mal maior” que seria o Bolsonaro, não tem sentido nenhum, pois a direita criminosa e a extrema direita fascista são duas faces da mesma moeda.

Tal politica de frente ampla tende a desaguar nas eleições presidenciais de 2022. Visando as próximas eleições, a direita ciente de sua falta de apoio popular precisa colocar a esquerda à seu serviço. Sendo assim, estaria montada a “operação Biden” brasileira, disfarçada de luta contra o fascismo, utilizando o espantalho de Bolsonaro, os candidatos apresentados pela burguesia seriam os grandes guerreiros em prol da “democracia”. O mesmo cavalo de Tróia que imperialismo apontou como o salvador da pátria – Biden – nos Estados Unidos, contra o grande mal que seria o Trump. Fica claro que toda essa encenação eleitoreira na busca do “mal menor” deixa a população e a classe trabalhadora nas mãos do que tem de pior e mais sanguinário na política nacional e mundial.

Portanto, não é papel da esquerda se aliar com a direita, que tem como modus operandi esmagar a população pobre e oprimida do país. É preciso ter uma posição concreta de luta frente a essas posições oportunistas tanto da direita golpista como da esquerda burguesa. Nada de frente ampla com a burguesia, tem que mobilizar e organizar a classe explorada para pôr abaixo todo o golpe de Estado e os vampiros que tomaram de assalto o poder no país. É importante uma candidatura popular em 2022, para isso, a luta nas ruas pelo reestabelecimento dos direitos políticos do ex-presidente Lula é fundamental.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas