PSDB no governo
Vereadores aprovam aumento de salário a Covas e todo seu gabinete de 46%, enquanto pandemia e demissões em massa assolam os trabalhadores.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bruno-covas-vota-segundo-turno
O "grande gestor" Bruno Covas é agraciado por vereadores por sua "atuação" na pandemia. | Foto por: reprodução.
bruno-covas-vota-segundo-turno
O "grande gestor" Bruno Covas é agraciado por vereadores por sua "atuação" na pandemia. | Foto por: reprodução.

A Câmara de Vereadores de São Paulo, reunida em sessão extraordinária nesta segunda (21) aprovou o aumento em 46% do salário do prefeito Bruno Covas (PSDB), do vice-prefeito e de seus secretários.

O salário do prefeito será então reajustado, em janeiro de 2022, de R$ 24.175,55 para R$ 35.462,00 para o prefeito, para R$ 31.915,80 para o vice-prefeito e para R$ 30.142,70 para os secretários.

Vereadores da base do governo tentaram justificar a medida, como vereadora Patrícia Bezerra (PSDSB) “o aumento de salário é digno, o Bruno Covas tem todo o direito de recebe-lo a partir de 2022, porque ninguém faria uma gestão de crise do coronavírus com tanta competência”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas