Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O  engenheiro e tesoureiro do PSDB, Paulo Preto foi citado por sete delatores da Lava Jato (da Odebrecht da Andrade Gutierrez e pelo operador Adir Assad) que o acusam de ter cobrado propina na obra do Rodoanel durante o governo tucano de Serra. Documento enviados pela Suíça mostram que Paulo Preto teve uma conta naquele país com mais de R$ 100 milhões.

Mas, mesmo assim, o tesoureiro tucano não recebeu o tratamento que o Lula e o PT recebem do monopólio da imprensa golpista: não teve campanha na imprensa para ele ser condenado e preso; nenhum comentador direitista como Diogo Mainardi ou Augusto Nunes bravejou contra ele, pedindo a sua prisão; não foi capa de nenhuma revista como Veja ou Isto É, etc. Não aconteceu nada com ele. Ele não recebeu o tratamento de cão vira-lata que o Lula e o PT recebem todos os dias dessa imprensa cartelizada e golpista.

Paulo Preto não é o primeiro tucano que se safa apesar do amontoado de denuncias contra eles. Exemplos como a reeleição fraudulenta de FHC; o mensalão tucano de 1998, que diferente do mensalão do PT, não teve essa “eficiência” da justiça: o caso só teve um tucano “preso” que foi condenado por 20 anos, mas recorre em liberdade; e o roubo da merenda do Alckmin mostram que os tucanos podem fazer os piores tipos de crimes contra a população que não vai acontecer nada com eles.

O caso do tesoureiro tucano, entre outros é mais um exemplo da arbitrariedade da direita golpista que roubaram o governo de Dilma Rousseff e da parcialidade do seu judiciário. Lula poderá ser preso por um apartamento que não é dele, enquanto isso, os tucanos não são condenados por nada. Não existe a tal “luta contra a corrupção”, a direita não entrega ninguém nem se o acusado assumir o crime. Isso se trata de uma luta de classes. A esquerda, principalmente o PT, tem que entender isso e defender seus dirigentes e militantes, como Lula, José Dirceu e Vaccari – entre outros.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas