Enquadrado pelos donos do regime, Trump não modificará sanções contra a Rússia

U.S. President Donald Trump shakes hands with Russian President Vladimir Putin during their bilateral meeting at the G20 summit in Hamburg

Da redação – O presidente dos EUA, Donald Trump, manteve sua posição nesta segunda-feira, 30, e vai continuar com a guerra econômica contra a Rússia. Mesmo após o presidente fascista ter assinalado que a recente reunião de cúpula com o presidente russo, Vladmir Putin, teria sido um sucesso, mantém sua posição arbitrária. “As sanções à Rússia seguirão como estão”, disse o fascista em entrevista coletiva na Casa Branca ao lado do primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte.

A relação desses dois países vem sendo algo noticiado pela imprensa diariamente, pois, o presidente norte-americano sofre uma grande pressão interna por conta do caso das eleições, onde, há uma campanha de que a Russia haveria interferido nas eleições. Este caso ganhou novos lances nos últimos meses, quando Trump, primeiramente, desautorizou a CIA de acusa-lo, depois voltou atrás e deixou uma confusão total no cenário político, abrindo ainda mais uma crise aos opositores que querem seu impeachment.

Esse panorama político e econômico dos EUA frente à Rússia, demonstra que o imperialismo, a ala que Trump não representa, enquadrou o mesmo com a finalidade de levar adiante as medidas de guerra imperialista e campanha contra a Rússia.