Congresso da UEE-SP
União Estadual de Estudantes declara: derrotar Bolsonaro nas ruas!
Fora Bolsonaro e liberdade para Lula foram as palavras de ordem mais presentes no encontro
admin-ajax (2)
Congresso da UEE-SP
União Estadual de Estudantes declara: derrotar Bolsonaro nas ruas!
Fora Bolsonaro e liberdade para Lula foram as palavras de ordem mais presentes no encontro
Estudantes durante o encontro
admin-ajax (2)
Estudantes durante o encontro

Neste fim de semana, 30 de agosto e 1° de setembro, Araraquara sediou o maior e mais importante evento político estudantil do estado de São Paulo, o 41° Congresso da União Estadual de Estudantes (CONUEESP). A mesa principal de debate, do primeiro dia, contou com a participação do Prefeito Edinho (PT), da Deputada Estadual Érica Hilton (PSOL), do Presidente da UNE Iago Montalvão e da Presidente da UEE-SP, Nayara Souza. Participaram também do debate diversas organizações estudantis que denunciaram o golpe, a prisão ilegal de Lula e o governo Bolsonaro.

O encontro dos estudantes ficou marcado pela leitura da crescente onda de extrema direita em todo o mundo, da crise econômica e do avanço dos países que integram o imperialismo mundial aos países atrasados como a Venezuela, além do golpe de 2016 que derrubou Dilma, a primeira mulher Presidenta do Brasil e da prisão ilegal pela Lava Jato da maior liderança popular do Brasil, o ex presidente Lula. Os estudantes radicalizaram o discurso, prometeram não dar descanso ao governo golpista e não arredar os pés das ruas até que Bolsonaro seja derrotado.

A medida que a crise aumenta, a juventude se desenvolve e ganha consciência. Depois do vazamento das conversas do ex “juiz” Sérgio Moro com a acusação, Deltan Dallagnol, que escancaram para o mundo a grande farsa da operação Lava Jato, que tornou a maior liderança operária um preso político do regime golpista que vigorá e que faz do processo que elegeu Bolsonaro uma grande fraude, não se pode tolerar por nenhum dia mais esse governo fascista que não foi eleito, assim como não se pode permitir que o companheiro Lula passe um dia mais nas masmorras de Curitiba.

É preciso que a juventude se levante em unidade aos demais setores oprimidos e explorados da população, que ocupem as ruas pela democracia numa palavra de ordem que sintetize toda luta: Fora Bolsonaro e todos os golpistas! Liberdade para Lula e todos presos políticos! Eleições Gerais com Lula Livre e candidato!