Crise capitalista
Segundo a Agência de classificação de riscos Fitch Ratings, dentre as empresas que são acompanhadas pelo seu portfólio, as perdas de receita chegarão ao valor de U$ 5 trilhões.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
São Paulo SP 07 05 2020- O Dolar a caminho dos seis reais bateu novo recorde nesta quinta-feira (7), cotado a R$ 5,8459, em alta de 2,51%. foto Jorge Araujo/Fotos Publicas
Crise capitalista cada vez mais intensificada. | Foto: Jorge Araujo/Fotos Publicas

As projeções feitas pela Agência de classificação de riscos Fitch Ratings calculam que dentre as empresas que são acompanhadas pelo seu portfólio no mundo todo, as perdas de receita chegarão ao valor de U$ 5 trilhões em 2020, se comparadas com 2019, e para 2021 as projeções são de perdas que chegam à U$ 3 trilhões. As maiores quedas devem se concentrar em cinco segmentos: óleo e gás, varejo, lazer, transporte e indústria de transformação. Das empresas acompanhadas, estas representam 50% do total, mas irão representar 77% das perdas.

Apesar da leve recuperação dos preços do petróleo, os preços ainda continuam em baixos patamares e a demanda deve continuar baixa, o que justificaria que o segmento de óleo e gás sofrerá os maiores impactos das perdas dentre os segmentos analisados, que poderão chegar a U$ 1,8 trilhão. Nos setores de lazer e transportes as perdas devem chegar a U$ 440 bilhões, e na indústria de transformação, as maiores perdas deverão ocorrer no segmento automotivo.

Os dados são reflexo da crise capitalista intensificada pelo Coronavírus, que está apenas no começo, e ainda sem suas reais dimensões e qual seu verdadeiro impacto na Economia mundial, mas as projeções apontam para um caminho ainda mais complicado para a economia capitalista.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas