“Empoderamento”? Ana Amélia será vice de Alckmin, tucano quer roubar votos de Bolsonaro

ana_amelia

O candidato oficial do golpe, o tucano, Geraldo Alckmin, formalizou sua chapa para a candidatura à presidência da República. A Senadora Ana Amélia (PP-RS) aceitou ser vice da chapa que esta se delineando como a preferida dos donos do golpe.

Ter uma candidatura feminina não significa ser feminista no caso da Senadora Ana Amélia. Os discursos feministas que tratam do empoderamento feminino podem estar relacionados quando uma mulher assume uma candidatura de um cargo público , porém no caso da Senadora Ana Amélia, essa possibilidade esta bem longe e bem distante deste sentido. Ela pode ser considerada um “Bolsonaro de saias”.

Ana Amélia é defensora do golpe de estado, votou a favor do impeachment de Dilma Roussef e pertence a ala mais conservadora e direitista da política nacional, defendeu a retirada dos direitos dos trabalhadores.

Portanto ela não representa a maioria das mulheres que são trabalhadoras, desempregadas, pobres, violentadas pelos pares e pela sociedade. Ela é mais uma representante da ala da extrema-direita do golpe.

Ela representa a burguesia econômica que defende o golpe, todos os machistas e conservadores da ala mais podre da sociedade brasileira que pretende esfolar o trabalhador brasileiro, retirando tudo o que for possível em nome do Estado mínimo. Ana Amélia comemorou todos os ataques fascistas feitos à caravana do ex-presidente Lula quando este esteve nos estados da Região Sul.

A estratégia da chapa tucana é com a figura da Ana Amélia angariar votos de apoiadores de Bolsonaro que podem ficar indecisos diante da candidatura “sem sal” de Alckmin.

A candidatura de Alckmin e Ana Amélia vai unir o que há de pior do golpe, o compromisso com os interesses imperialistas representado pelo PSDB e a política repressiva da extrema direita por meio da senadora do PP. Esses golpistas representam o que existe de mais atrasado no País, a defesa da repressão, do latifúndio, da escravidão, dos militares, etc.