Embate judicial mostrou que a PF não obedece ninguém, a não ser o golpe

lula

Uma das coisas que ficou demonstrada com a crise política, decorrente dos recentes acontecimentos judiciais, em que um desembargador plantonista do TRF-4, Rogério Favreto, que concedeu legalmente um habeas corpus para o ex-presidente Lula, determinando que fosse colocado em liberdade até o fim do transito em julgado, é que a Polícia Federal (PF) não obedece ninguém, nem mesmo a Lei.

A decisão de Favreto é totalmente legal, mas mesmo assim a PF se considerou acima do judiciário, da Lei, agindo para impedir a soltura do ex-presidente, passando por cima da legislação brasileira. Isto é, quando a Lei lhes é favorável, os golpistas fazem apologia a ela, quando não, passam por cima e não querem nem saber.

Por isso, fica demonstrado que a burguesia só entende a lógica da forca. Se não conseguimos libertar Lula pela lei, terá de ser pela forca, através de grandes manifestações e com a organização da classe operária em greves até conquistar o objetivo.

Isso confirma a necessidade e importância da Conferencia Nacional Aberta de Luta Contra o Golpe, nos dias 21 e 22 de Julho em Sao Paulo, que reunirá milhares de militantes e centenas de organizações da luta contra o golpe para definir os rumos da luta política para a próxima etapa.