Siga o DCO nas redes sociais

Embaixadora do golpe: governo Bolsonaro reconhece indicada por Guaidó para representar Venezuela
Belandria
Embaixadora do golpe: governo Bolsonaro reconhece indicada por Guaidó para representar Venezuela
Belandria

Da redação – Nesta segunda-feira (11), o governo golpista de Jair bolsonaro reconheceu a indicada por Juan Guaidó como embaixadora da Venezuela no Brasil. A “embaixadora” María Teresa Belandria foi indicada por Juan Guaidó no dia 5, professora universitária e advogada, ela é coordenadora do partido Vente Venezuela, um partido de extrema-direita liderado por María Corina Machado, uma ilustre golpista desde os tempos de Hugo Chávez.

Apesar de não ter recebido nenhum voto e presidir uma Assembleia Nacional em desacato, que não é reconhecida por nenhuma instituição venezuelana, Guaidó autodeclarou-se “presidente interino” da Venezuela em janeiro. Mesmo não tendo nenhuma legitimidade, Guaidó é reconhecido pelos EUA e por governos capachos dos EUA. A ideia dos norte-americanos é utilizar o governo paralelo de Guaidó para provocar uma divisão na sociedade venezuelana e sabotar o país, em uma ofensiva golpista para derrubar Nicolás Maduro da presidência.

Um desses capachos é justamente Bolsonaro, com sua política externa submissa aos interesses do governo Trump. Seu ministro das Relações Exteriores, o curioso Ernesto Araújo, reuniu-se com María Teresa Belandria e com o “deputado” Lester Toledo, também da “Assembleia Nacional”, indicado por Guaidó para coordenar a “ajuda humanitária” à Venezuela.

Ernesto Araújo anunciou que será criado um “centro de ajuda humanitária” em Roraima na fronteira com a Venezuela. Muito provavelmente trata-se na verdade de um centro de conspiração golpista e sabotagem contra o governo Maduro. O governo Bolsonaro  está empenhado em derrubar Maduro, por isso é necessário fazer uma campanha em apoio à Venezuela, contra o imperialismo. Derrubar o governo da Venezuela seria uma vitória de Bolsonaro que fortaleceria os golpistas contra os trabalhadores no próprio Brasil, assim como o imperialismo diante da América do Sul de conjunto.