Menu da Rede

Genocídio do Estado

“Em vez de médicos, eles mandam matar”, diz morador do Alemão

Em meio a pandemia, a direita aproveita para implementar a ditadura e matar os pobres

Tempo de Leitura: < 1

Imagem: Fabio Teixeira/picture alliance via Getty Images –

Publicidade

Da redação – Após o massacre do Bope que matou moradores do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, a comunidade passou a se mobilizar para denunciar amplamente que a direita deu a ordem para baixar a ditadura sanguinária nos morros. Populares relataram à reportagem do site britânico The Guardian que a polícia está matando gente nas favelas todo dia, em vez de ajudar durante a pandemia do novo coronavírus.

Maria Diva do Nascimento, 42, trabalhadora de em um dos maiores hospitais da cidade, mora no Alemão e teve o filho Allyson, 20, morto na sexta-feira (15) durante uma ação policial com uso de helicópteros. Outras 12 pessoas morreram, totalizando 13, o mesmo número que o coronavirus matou no Alemão.

 

Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

70 ANOS DA REVOLUÇÃO CHINESA - COM RUI COSTA PIMENTA (CURSO COMPLETO)

420 Visualizações 7 horas Atrás

Watch Now

Send this to a friend