tragédia na BRF – Brasil Foods
Mais um acidente com amônia no frigorífico BRF-Brasil Foods de Uberlândia, trabalhadores tiveram que ser socorridos, este foi o terceiro em apenas um ano
brf_uberlandia
frigorífico do grupo BRF - Brasil Foods |

As tragédias com vazamento de gás em nos frigoríficos são parte da rotina dos trabalhadores e, com as medidas impostas pelo governo do fascista Jair Bolsonaro, como a extinção das Normas Regulamentadoras (NRs), a situação que tende a se tornar uma verdadeira hecatombe.

Um dos maiores e mais causadores de danos quanto às péssimas condições de trabalho e segurança dos funcionários em frigoríficos é o grupo BRF – Brasil Foods.

A situação é tão dramática que, este ano, em uma única fábrica desse grupo, ocorreram três acidentes com gás amônia. A última tragédia registrada ocorreu no dia 23 de dezembro no frigorífico de Uberlândia, no bairro Jardim Brasília.

Um funcionário, que não teve identidade informada, sofreu queimaduras no joelho e nos membros superiores e foi encaminhada para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do Bairro Roosevelt.

Segundo a BRF, o vazamento foi na unidade de processamento de aves, restrito a uma sala de máquina. Por precaução, a fábrica foi 100% evacuada e o vazamento foi contido pelos técnicos da unidade. Assim que o local for liberado, os funcionários retornarão aos postos de trabalho. (G1 – Triangulo e Alto Parnaíba – 23/12/2019)

A irresponsabilidade dos patrões, que visam única e exclusivamente o lucro, em detrimento dos que muitas vezes dão a vida em troca de um salário miserável fez com que, em outro acidente, sequer os bombeiros fossem acionados pela empresa, ou seja, tentaram esconder a ocorrência, porem, a vizinhança sofrendo com o gás que se espalhou pelos bairros, comunicaram ao Corpo de bombeiros, teve inclusive, moradores que tiveram que ser socorridos, no entanto, nunca se soube a situação dos trabalhadores dentro do frigorífico e, ainda teve outro acidente no dia 27 de maio, 36 dias após. Desta vez os próprios funcionários acionaram os bombeiros e vários tiveram que ser socorridos devido à intoxicação pelo gás amônia.

Os frigoríficos, os maiores causadores de acidentes e doenças do trabalho no país, mesmo com a tentativa de ocultar tais fatos e, com as medidas do governo golpista do fascista Bolsonaro, juntamente com o banqueiro Paulo Guedes, ministro da economia e da latifundiária golpista, Tereza Cristina que, decidiram acabar com as NRs, principalmente as relacionadas à saúde e segurança dos trabalhadores, bem como com a fiscalização deste setor de produção, como forma de pagamento pelo financiamento do golpe, vão criar no país uma situação de terra arrasada.

Aos trabalhadores é necessário a organização de comitês de luta contra o golpe em todo o país para impor uma derrota aos ditames dos patrões, bem como, impulsionar a luta pelo fora Bolsonaro.

Relacionadas