Menu da Rede

PM promove massacre de ciganos na Bahia

Volta às aulas

Em todo país, golpistas impulsionam volta às aulas presenciais

Em diversos municípios, direita procura forçar a todo custo a retomada das aulas apesar da escalada da pandemia.

Sala de aula – Foto: Reprodução

Pernambuco

Em Pernambuco iniciou-se um retorno gradual a partir do dia 05/04. Neste dia alunos da educação infantil e dos primeiros anos do ensino fundamental retomaram as atividades na rede privada.

O retorno da rede pública se iniciará no dia 19/04, quando está previsto a retomada pelos alunos do terceiro ano do ensino médio, integrado à educação adulta e educação de jovens adultos. Neste dia também voltam os alunos da educação infantil e primeiros anos do fundamental.

Dia 26/04 será a vez do segundo ano do ensino médio, oitavo e nono ano do fundamental e da modalidade fundamental da educação de jovens adultos.

A fase final seria dia 03/04 de maio, aqui voltam o primeiro ano do médio, sexto e sétimo do fundamental e adolescentes provindos de instituições de medidas socioeducativas. Será ofertada uma possibilidade de ensino à distância para os alunos que queiram retornar.

Rio de Janeiro

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), aceitou o pedido de suspensão da liminar que impedia a volta à aulas presenciais na rede pública e privada. Segundo este a competência acerca do funcionamento das instituições de ensino compete ao poder Executivo, não sendo papel do Judiciário interferir, como citado em matéria no Agência Brasil.

As escolas do município do Rio de Janeiro retornaram ontem (7) com aulas presenciais em unidades que já recebiam alunos da pré-escola, primeiro e segundo ano do fundamental. A rede privada está autorizada a retornar presencialmente.

Mato Grosso

Através de decreto, a prefeitura de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, autorizou a partir do dia 06/04 o retorno dos ensinos fundamental, médio e superior no sistema privado, Também estão sendo autorizados os cursos de idioma e diversos setores relacionados à educação. O prefeito do município Kalil Baracat (MDB)também autorizou Atividades religiosas a retornar em determinados horários e com capacidade reduzida.

Rio Grande do Norte

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) solicitou que o governo do Estado retome as aulas em todos os níveis da educação básica das redes públicas e privadas. Em uma argumentação cínica que é sustentada como séria por um sítio da imprensa corporativa, o MPRN diz que em função do retorno da rede privada ter sido autorizado os alunos da rede pública ficariam em desvantagem. Para os procuradores do RN seria mais justo que os alunos da rede pública se expusessem também ao vírus e à falta de medidas de higiene (muito piores nos colégios municipais e estaduais) para que adoeçam ou transmitam o vírus para seus familiares.

A iniciativa da direita para forçar a impopular medida de volta às aulas está ferrenha e não descansa mesmo durante o a escalada descomunal do número de mortes. Os estudantes e profissionais da educação precisam se organizar através de comitês e greves para barrar esta medida irresponsável e criminosa.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.