Pelo fim do golpe na Bolívia
Bolivianos que vivem no Brasil organizam ato contra a retirada de direito a voto para cidadãos fora do país
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bolivia
Manifestação contra golpe militar na Bolívia | Reprodução

Diante da pretensão do governo golpista de Jeanine Áñez de impedir cidadãos que vivem fora da Bolívia de participarem do processo eleitoral que elegerá o novo presidente do país, bolivianos que residem no Brasil resolveram organizar um ato na frente ao Consulado em São Paulo.

As eleições marcadas para o dia 18 de outubro, em meio a um golpe militar, deverá ser a mais antidemocrática da história. O maior líder popular do país, Evo Morales, reeleito pela quarta vez, foi deposto por um golpe militar e, por estar asilado na Argentina, não participará do processo. É possível que as eleições serão desmarcadas novamente.

É preciso que os partidos, organizações e movimentos populares se mobilizem para se unir com os cidadãos bolivianos, em frente ao Consulado da Bolívia em São Paulo capital (Rua Coronel Artur Godoi n. 7) nesta quarta-feira (02) às 10 horas, para lutar pelo fim do golpe e contra a intervenção do imperialismo na Bolívia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas