Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
|

O golpe tem pressa. Pressa de atacar todos os direitos dos trabalhadores e do povo brasileiro e, para que não exista reação, é preciso atacar, também, as organizações dos trabalhadores, seus sindicatos.

É o que a Polícia Federal está fazendo, utilizando o mesmo mote do golpe de Estado, o falacioso “combate à corrupção”. A PF alega que entidades sindicais pagaram propina para conseguir seus registros junto ao Ministério do Trabalho.

A matéria publicada pela Folha de S. Paulo nesta quinta-feira afirma que alguns sindicalistas da UGT (União Geral dos Trabalhadores) teriam negociado registros sindicais com o assessor da Secretaria das Relações do Trabalho, responsável pelos registros sindicais.

Para tanto, os investigadores quebraram sigilos, fizeram escutas telefônicas e todo o roteiro dos processos do golpe. Mas o importante aqui é que estão abrindo um novo flanco de ataque: os sindicatos.

Esse ataque é essencial para os golpistas, pois destruir um sindicato é destruir a forma de organização principal dos trabalhadores. Com um sindicato destruído, o ataque patronal e o ataque dos golpistas contra os trabalhadores fica sem uma reação organizada.

Também é preciso denunciar que o sindicato deveria ter autonomia total sobre seu funcionamento e contas. É resquício da ditadura militar uma entidade sindical começar a funcionar apenas depois que o Estado conceda a autorização.

Não é coincidência que o ex-presidente Lula, preso ilegalmente, tenha sido um sindicalista. O ataque dos golpistas é contra todos que buscam organizar a luta do povo, também por isso é preciso lutar pela liberdade do ex-presidente e pelo arquivamento imediato de todos os processos promovidos pelo Estado contra sindicalistas e suas entidades.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas