Venezuela
Em meio à crise do coronavírus, EUA preparam novas sanções à Venezuela e acusam Maduro de ser narcotraficante. EUA colocarão também o país em lista de patrocinadores do terrorismo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
In this handout photo released by the Miraflores Presidential Press Office, Venezuela's President Nicolas Maduro flashes a V for Victory hand gesture after arriving at the Fort Tiuna military base in Caracas, Venezuela, Wednesday, Jan. 30, 2019. Since opposition leader Juan Guaido declared himself interim president last week with the support of the U.S. and other nations, Maduro has appeared almost daily on state TV with his military, projecting an image of invincibility even as international pressure against him builds. (Marcelo Garcia/Miraflores Presidential Press Office via AP)
Maduro |

Os Estados Unidos seguem com a perseguição contra a Venezuela e pretendem posicionar o país na lista de países que apoiam o terrorismo.

Além disso, sanções pessoais contra Nicolás Maduro serão impostas e o presidente venezuelano será acusado de ajudar o narcotráfico a enviar cocaína aos Estados Unidos.

As acusações foram divulgadas inicialmente pelo senador republicano da Flórida, Marco Rubio. Além de Maduro, outros membros do governo Venezuelano e membros das FARC, partido que vêm sendo perseguido na Colômbia, serão acusados.

Vale lembrar que o presidente da Venezuela é um dos que tem tomado medidas mais favoráveis à população durante a crise do coronavírus.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas