Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
moro-e-dallagnol-10062019170420938
|

A dupla de agentes dos EUA Moro-Dallagnol está no país de seus chefes para ouvir conselhos a respeito de como atuar em meio ao grande escândalo envolvendo os dois, cujo conluio para prender Lula foi divulgado recentemente pelo Intercept.

O ministro fascista da Justiça viajou em comitiva com o diretor-geral da Polícia Federal, Mauricio Valeixo, no último sábado (22). Na agenda? Uma reunião com o FBI, além de visita a outros órgãos de inteligência e espionagem norte-americanos, para trazer para o Brasil as “práticas” dessas instituições.

Moro voltará de seu país (afinal, é mais norte-americano do que brasileiro) somente na quinta-feira. Assim, não comparecerá à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara para prestar depoimentos explicando sua atuação na Lava Jato.

O “Mussolini de Maringá” vai aos EUA justamente quando a coisa esquenta para ele, justamente por causa de seus serviços prestados a Washington. Já haviam sido vazados documentos do Departamento de Justiça pela Wikileaks que mostram que ele foi treinado pelo governo norte-americano para as operações de “combate à corrupção” no Brasil. Depois disso, diversos outros indícios foram sendo revelados sobre o servilismo de Moro. Agora, um encontro com seus chefes em meio à crise em que está envolvido.

O mesmo vale para Deltan Dallagnol. Ele também se encontra nos Estados Unidos. Supostamente, para ministrar palestras. Mas sabe-se que a Lava Jato (da qual o procurador é um dos principais agentes) foi criada e promovido pelos EUA.

“Que baita coincidência Moro e Dallagnol ao mesmo tempo nos Estados Unidos num momento em que eles não podem se encontrar no Brasil…”, ironizou o deputado petista Paulo Pimenta.

Será mesmo coincidência que os dois estejam no país imperialista justamente quando desmorona a grande fraude que é a Lava Jato, a prisão de Lula e o regime golpista? Que é cada vez mais nítida a interferência do imperialismo no golpe de 2016 e em toda a política nacional, para que seus monopólios suguem a economia brasileira através de artifícios como a Lava Jato?

Será que estariam articulando alguma coisa com os americanos?

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas