Em meio a ataques bolsonaristas, mensagem racista é pichada em banheiro de universidade em MG

jsshjsjs

Da redação – Na Universidade Federal de Uberlândia(UFU) ocorreu nesta quarta-feira (17) um novo ataque da extrema-direita, durante o X Congresso Brasileiro de Pesquisadores Negros. Uma frase com os dizeres “pretaiada vai voltar para a senzala” foi encontrada no banheiro da instituição.

Assim que soube do fato os delegados do congresso resolveram prontamente relatar a direção da universidade que tratou de classificar o ocorrido como ato grave de racismo. Depois de se pronunciar, a direção da universidade tratou de comunicar o fato à polícia federal que apurará o caso.

O Diretório Central da Universidade (DCE) também repudiou a mensagem. Segundo a organização, “reconhecer a influência de nosso passado nas nossas relações atuais é o primeiro passo para que nosso presente e futuro sejam transformados positivamente”.

Esta ação é a terceira em uma semana de caráter semelhante em Minas Gerais. No dia anterior, foram pichadas nas portas de um banheiro da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) as seguintes frases: “morte aos gays” e “morte aos viados (sic)”. Na sexta-feira (12), Universidade Federal de Alfenas (Unifal) teve um banheiro pichado com o dizer “lugar do preto é senzala”, com alusão a Jair Bolsonaro.

Tudo indica que todos esses atos foram realizados por fascistas seguidores do deputado de extrema-direita, como vem acontecendo com ataques violentos nas ruas cometidos por esses elementos. É preciso que a esquerda, as mulheres, os negros e a comunidade LGBT se organizem para resistir a esse tipo de ataque, criando comitês de autodefesa e indo às ruas de maneira independente à burguesia para derrotar a direita, o golpe de Estado e liberdade Lula da prisão política.