Crise interna da burguesia?
“Há muitos (militares no poder) e cada vez mais. E isso é uma fragilidade política do governo”, afirmou o ex-presidente e golpista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
fhc2
Seminário "O papel das Forças Armadas", na Fundação FHC, com o General Villas Boas. Foto: Fundação |

Da redação – O ex-presidente golpista, Fernando Henrique Cardoso, fez comentários em entrevista à Agência Efe por videoconferência em sua residência, em São Paulo, e afirmou que as Forças Armadas estão avançando sobre o poder em um governo com cada vez mais militares. Disse também que no país há um cenário político com o Legislativo e Judiciário tentando preencher vazios deixados por um Executivo que, de acordo com ele, está “cambaleante” e “sem rumo definido”.

“Há muitos (militares no poder) e cada vez mais. E isso é uma fragilidade política do governo”, afirmou FHC. “Não podemos permitir agressões contra a Suprema Corte, contra o Congresso, que vão contra a democracia”, acrescentou o homem que orquestrou o golpe contra Dilma Rousseff (PT).

Essas ações revelam uma crise interna na burguesia. Há, de fato, uma guerra desesperada para ver qual facção que vai controlar o Brasil e suas riquezas, enquanto o povo morre de fome e sem saúde básica.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas