Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Power lines connecting pylons of high-tension electricity are seen in Brasilia
|

Os trabalhadores eletricitários marcaram para o dia 11 de abril uma paralisação de 72 horas em todo o setor Eletrobrás, a fim de mobilizar toda a categoria e a população brasileira contra a privatização do setor energético promovida pelo governo golpista, com data marcada para o dia 31 de julho.

Os golpistas, se utilizando a AGU (Advocacia Geral da União) estão suspendendo a liminar que impedia a Eletrobrás de ser vendida para iniciativa privada.

Com as famosas mentiras liberais de que se a empresa não for privatizada, o abastecimento de energia elétrica de lugares afastados e carentes como o Piauí, Alagoas, Acre, Rondônia, Amazonas e Roraima serão cancelados, o TRF1 (Tribunal Regional Federal da primeira região) está derrubando a liminar, que cancela a venda, e proporcionando aos golpistas do governo Temer o leilão de setores da Eletrobrás.

Diante da tamanha agressividade contra a empresa pública, contra os direitos dos trabalhadores eletricitários, e a população usuária do serviço, não resta outra saída que o enfrentamento aos golpistas, através da paralisação dos serviços, através da greve do setor e buscando o apoio popular contra a sanha entreguista do patrimônio público.

A essa luta é necessário juntar a mobilização dos trabalhadores da Petrobras, Correios e bancários do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal que estão na mesma situação, preparando assim a greve geral, que com a mobilização dos caminhoneiros, ficou evidente que é a única maneira de frear e derrubar os golpistas.

Todos aqueles que lutam contra o golpe, devem se engajar na luta dos eletricitários, e como na greve dos petroleiros, haverá atos nesses dias nas principais capitais do país onde os eletricitários estão organizados.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas