Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O governo  Temer, que para alguns ingênuos estaria em busca de popularidade ao autorizar o envio das tropas o Rio de Janeiro, cortou o envio de mais de R$ 18,4 bilhões que seriam destinados às pequenas empresas do Nordeste do País, bem como para as regiões mais pobres dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo. O dinheiro faz parte do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, o FNE.

Devido a uma mudança na cobrança da taxa de juros, o fundo não teve seus recursos liberados, está no aguardo de uma regulamentação de Michel Temer, o que não houve até agora.

Com a não liberação, a economia da região Nordeste entra em queda, afetando principalmente os pequenos empresários da região, bem como  toda a população nordestina. Se alguém achava que Temer estava em busca de popularidade, essa medida tira todas as dúvidas.

Temer não passa de um golpista à serviço dos interesses estrangeiros e contra a economia nacional. Suas medidas visam única e exclusivamente favorecer as necessidades dos grandes bancos e dos capitalistas internacionais. Contra esses ataques, a única saída é a luta contra o golpe, por meio da organização dos comitês de luta em todas as regiões do País.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas