Siga o DCO nas redes sociais

Cantora protesta
Elza Soares no Rock in Rio: “Chega de perseguir os negros e pobres”
Plateia aplaudiu a cantora, Marielle, a luta dos negros e pobres, e gritou chega para a política genocida de Witzel e Bolsonaro.
dia03_palco_sunset_elza_soares_renan_olivetti_ihf_4422-10089315
Cantora protesta
Elza Soares no Rock in Rio: “Chega de perseguir os negros e pobres”
Plateia aplaudiu a cantora, Marielle, a luta dos negros e pobres, e gritou chega para a política genocida de Witzel e Bolsonaro.
Elza Soares se apresentou no Palco Sunset, do Rock in Rio 2019. Foto: Renan Olivetti/Divulgação
dia03_palco_sunset_elza_soares_renan_olivetti_ihf_4422-10089315
Elza Soares se apresentou no Palco Sunset, do Rock in Rio 2019. Foto: Renan Olivetti/Divulgação

Neste domingo (29/9), a cantora Elza Soares se apresentava no Rock in Rio quando, entre uma música e outra, protestou para o público.

“Ágatha Félix tinha 8 anos, o músico Evaldo Rosa levou 80 tiros. Marielle lutava pelos pobres, pelos negros. Chega de perseguição aos pobres, aos negros.”

A fala foi ovacionada pela plateia, que gritou junto: “Chega”, e demonstra a insatisfação da população com o governo de Jair Bolsonaro e com a política genocida de seu sósia estadual, o governador carioca Wilson Witzel.

E é preciso notar que o Rock in Rio não é representado, em sua maioria, pelos setores mais pobres da população, mas pela classe média e alta. Os ingressos deste ano custavam 525 reais para cada dia do evento.