Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Brasil, Rio de Janeiro, RJ. 21/11/2012. Fachada da Eletrobras, no centro do Rio de Janeiro. - CrÈdito:WILTON JUNIOR/ESTAD√O CONTE⁄DO/AE/CÛdigo imagem:158364
|

Em decisão do Coletivo Nacional de Eletricitários, que reune federações e sindicatos, os funcionários da Eletrobrás foram convocados para iniciar uma greve contra as privatizações. A paralisação deve iniciar a meia noite da próxima segunda, por, inicialmente, 72 horas.

A Companhia é quem controla a distribuição de energia no Norte e Nordeste. Também responsável por um terço da capacidade de geração energética no Brasil e pouco menos da metade da transmissão de energia em todo país.

Segundo informa o CNE, a greve não deve trazer prejuízo ao povo. Afirmam que estarão em funcionamento as equipes de urgência e manutenção.

O plano da direita é concretizar, o quanto antes, a venda de todas as estatais. Tal projeto, objetivo de Temer para este ano, encontra algumas barreiras. O governo já se encontra totalmente enfraquecido, sendo a perspectiva de que não dure até as eleições de Outubro. Para tanto, é importante que sua queda ocorra através da pressão e mobilização popular nas ruas.

A polarização é vista também no Congresso, que está em falta com a análise dos projetos do golpista. Na semana passada, o judiciário suspendeu a venda das distribuidoras.

Em nota, a Companhia afirma que as atividades na Eletrobrás devem se manter regularizadas.

Apoiar a greve dos eletricitários é fundamental. A direita tenta a todo o custo privatizar todas as estatais, além de implementar projetos extremamente prejudiciais aos trabalhadores, a exemplo da terceirização. Logo é fundamental a implementação e mantimento da greve, bem como a ampla mobilização popular, nas ruas, para lutar contra o golpe, pela liberdade de Lula, bem como derrotar os golpistas!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas