Ilusões da esquerda
Tendo em vista o avanço da extrema direita e a intervenção imperialista, a vitória da frente ampla nas eleições está longe de representar a vitória política da classe trabalhadora
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
carolina-cosse
Carolina Cosse eleita prefeita de Montevideo e Mujica um dos maiores defensores da frente ampla | Foto: reprodução

Na última semana, conforme noticiado por este Diário, aconteceram as eleições municipais no Uruguai que levaram à vitória a frente ampla no país. Analisando mais a fundo os aspectos que envolvem a situação política do Uruguai e de toda a América latina, tendo em vista sobretudo o avanço da extrema direita e da intervenção imperialista, percebe-se que não há nada para comemorar uma vez que a vitória da frente ampla está longe de representar a vitória da classe trabalhadora, situação que guarda semelhanças com o caso brasileiro e as eleições municipais deste ano.

O anúncio da vitória eleitoral da frente ampla no Uruguai levou diversos setores da esquerda uruguaia e até mesmo brasileira a comemorar o acontecimento como uma grande conquista na luta política contra a direita. Essa euforia é uma ilusão, uma vez que considerando os integrantes da frente mais a fundo fica evidente que o ganho político desta vitória nas eleições é inexistente.

Em Montevidéu, por exemplo, a esquerda vêm se mantendo no governo desde a década de 1990, e mesmo assim nas eleições deste ano sofreu para conseguir se reeleger com apenas 51% dos votos. Já a direita conseguiu 38%. Além disso, em relação aos anos anteriores, a frente ampla perdeu diversos estados (departamentos) e este ano conta com apenas 3 dos 19 existentes, estando os outros 16 nas mãos da direita e da extrema-direita. Isto por si só, mas não apenas, revela o avanço da direita e o retrocesso da esquerda que se agarra na frente ampla com setores impopulares.

Este avanço da direita por sua vez não significa uma aceitação popular da direita; significa que a esquerda frente amplista está se distanciando cada vez mais da luta política real junto à classe trabalhadora em nome de alianças com setores que agem para impedir esta luta política, o que leva consequentemente a que a direita encontre o espaço livre para avançar na sua ofensiva contra o povo como tem feito com o Cabildo Abierto defendendo a ditadura militar, ocupando ministérios, colocando militares no governo e criando elementos de extrema-direita aos moldes de Bolsonaro como é Lacalle Pou, etc. Por outro lado, conseguir uma vitória eleitoral que mesmo com todos os esforços foi inexpressiva e distante dos trabalhadores não é nenhum avanço para a esquerda.

A situação política da esquerda nas eleições no Uruguai serve de exemplo para a esquerda brasileira. Nas eleições municipais deste ano (2020), a esquerda está seguindo os mesmos passos e se valendo da política de frente ampla com os golpistas, enquanto abrem mão da verdadeira luta política com os trabalhadores em torno do Fora Bolsonaro e todos os golpistas, pela candidatura do ex presidente Lula em 2022 e de tantas outras reivindicações dos trabalhadores.

Buscar o caminho das alianças com os inimigos do povo é abandonar qualquer possibilidade de derrotar a direita. Mesmo porque o combate à direita não acontece nas urnas, muito menos em eleições fraudadas dentro de um regime de golpe de Estado, onde todos os aparatos estão sob o comando da burguesia e da própria direita. A esquerda brasileira precisa abandonar imediatamente as ilusões eleitorais e da frente ampla e voltar seus esforços para o que realmente importa e que pode dar resultados que é a mobilização dos trabalhadores e demais explorados contra a burguesia e em torno das suas reivindicações.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas