Imigração
Governo do país centroamericano atua como fantoche dos americanos e implementa acordo migratória com viés fascista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
crianças-imigração-eua-jaula
Crianças imigrantes em campo de concentração nos EUA. | Foto: Reprodução

Nesta terça-feira, o Departamento de Segurança Interior dos Estados Unidos, anunciou que El Salvador implementará o acordo migratório firmado em 2019 entre os dois países. Neste acordo, o país centroamericano se responsabiliza por receber imigrantes que chegarem aos Estados Unidos pedindo asilo até que o seu caso seja julgado pelas instituições migratórias norteamericanas.

Acordos similares foram estabelecidos com Honduras e Guatemala. No caso da Guatemala, o presidente fascista dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou a ameaçar o país de sanções caso não aceitassem o acordo.

O acordo migratório de “terceiro país seguro” é fascista até sua raiz. Não passa de uma alternativa dos norteamericanos para retirar a pressão sobre seus campos de concentração, estabelecidos na fronteira, para deter imigrantes ilegais.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas