Burguesia nacional
Empresário foi sentenciado sob a acusação de “manipulação do mercado financeiro”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Eike Bataistadurante  depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES),  onde criticou a atuação do banco de fomento e do governo na condução dos projetos para a criação de estaleiros. Brasilia, 29-11-17. Sérgio Lima/PODER 360
Empresário Eike Batista. | Foto: Sérgio Lima

Na última terça-feira (9), a juíza federal Rosália Monteiro Figueira, da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro condenou o empresário Eike Batista a oito anos de prisão e ao pagamento de 10.500 salários mínimos de multa. O empresário, que está sendo acusado de “manipulação do mercado financeiro”, poderá recorrer em liberdade.

Eike Batista tem sofrido uma série de processos desde o período em que o imperialismo começou os preparativos para o golpe de Estado de 2016, perseguindo uma série de setores vinculados à burguesia nacional.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas