Egito: Análise Internacional desta semana discutirá a ditadura que começou na Praça Tahir

egito analise internacional desta semana discutira a ditadura que comecou na praca tahir

Nesta sexta, 06, às 14h, ao vivo, ocorrerá a Análise Internacional, dirigida pelo companheiro Rui Costa Pimenta. Lá ele fará um balanço sobre a situação a qual o Egito está passando.

Como é sabido, em 2011, após grade pressão popular, cujas movimentações das massas foram fortemente estimuladas por uma revolta do povo árabe contra os seus respectivos governos, o presidente e militar Hosni Mubarak renunciou ao cargo. Porém, em 2013, ocorreu um golpe orquestrado pelo imperialismo, cujo presidente, democraticamente eleito Mohamed Morsi foi deposto, sendo instaurado um regime militar.

Atualmente o presidente, e também chefe das forças armadas, Abdel Fattah Al-Sisi encontra-se no poder, atendendo as necessidades exclusivas do imperialismo. Al-Sisi, todavia, não contou com o apoio popular. No último processo eleitoral, o então governante foi “reeleito” por uma minoria, uma vez que foi constatado que mais da metade da população não compareceu as urnas. Ou seja, dos 60 milhões de eleitores do Egito, apenas 23 milhões votaram.

O índice de abstenção que ocorreu na eleição de 2014, cujo de Al-Sisi foi eleito, já demonstrava, e ainda demonstra, o quão o regime que se instaurou, e segue em curso com ele, é de contraponto aos interesses das massas. Isso porque já naquela época mais da metade da população não compareceu as urnas, sendo perceptível que o então presidente está a serviço do imperialismo, também tornando insustentáveis as condições de vida do povo, que segue lutando contra esse regime.

Não perca, hoje, ás 14h, a Análise Internacional que acontecerá ao vivo, exposta pelo companheiro Rui Costa Pimenta. Haverá também espaços, através do bate papo online, para que os expectadores sanem suas dúvidas. Acompanhe esse e outros programas da Causa Operária TV!