Edson Dorta: “levantamos a palavra de ordem eleição sem Lula é fraude”

maxresdefault

O candidato ao governo do Estado de São Paulo nas eleições de 2018 pelo PCO (Partido da Causa Operária), Edson Dorta, participou no último domingo (25/08) de ato no centro da cidade de Campinas, interior de São Paulo.

O ato foi organizado conjuntamente entre os militantes do PT, do PCdoB  e do PCO de Campinas, e teve como questão principal, unificar a esquerda campineira em torno da campanha pela liberdade de Lula e Lula presidente.

Também esteve presente no ato, os trabalhadores sem-terra de Valinhos, que nesse momento ocupam uma área nessa cidade, batizada de Acampamento Marielle.

A concentração se deu pela manhã na Estação Cultura, onde centenas de militantes vestidos de vermelho e com bandeiras dos partidos organizadores, desceram a Rua Treze de Maio (rua central da cidade), levantando a palavra de ordem, “Liberdade para Lula, Lula Livre”.

O ato foi encerrado na praça da Catedral com discursos dos militantes e candidatos dos partidos presentes.

O candidato ao governo de SP pelo PCO, Edson Dorta, que é carteiro na cidade de Campinas, ressaltou a política de seu partido, de não ter lançado candidato a presidência da República esse ano, para apoiar incondicionalmente a candidatura de Lula, explicando que a candidatura de Lula é a expressão de luta de todos aqueles que querem lutar contra o golpe no País.

Terminou dizendo que se os golpistas não permitirem Lula nas eleições até o seu final, a eleição não deve ser respeitada, pois é um golpe, uma fraude descarada.