Siga o DCO nas redes sociais

Mulheres
Edir Macedo diz que mulheres devem estudar menos que o marido
Durante culto, o bispo bolsonarista Edir Macedo diz que mulheres devem estudar pouco para que não sejam a “cabeça” do casal.
edir-macedo-1280x720-300x169
Mulheres
Edir Macedo diz que mulheres devem estudar menos que o marido
Durante culto, o bispo bolsonarista Edir Macedo diz que mulheres devem estudar pouco para que não sejam a “cabeça” do casal.
(Bhaz) – Bispo Edir Macedo, em discurso totalmente alinhado com a política do governo Bolsonaro.
edir-macedo-1280x720-300x169
(Bhaz) – Bispo Edir Macedo, em discurso totalmente alinhado com a política do governo Bolsonaro.

Dono da Record e um dos principais apoiadores do fascista Jair Bolsonaro, o charlatão Edir Macedo, se envolveu numa polêmica essa semana.

O bispo evangélico aparece num vídeo, gravado durante um culto, falando que não permitiu que as filhas Cristiane e Viviane, fizessem faculdade porque se estudassem seriam “cabeças” da família e o fracasso seria certo.

“Você vai fazer até o ensino médio. Depois, se você quiser fazer a faculdade, você que sabe, mas até o seu casamento você vai ser apenas uma pessoa de ensino médio. Porque se a Cristiane. Vem cá, Cristiane. Se ela fosse doutora e tivesse um grau de conhecimento elevado e encontrasse um rapaz que tivesse um grau de conhecimento baixo, ele não seria o cabeça. Ela seria a cabeça. Não é isso? E se ela fosse a cabeça, não serviria a vontade de Deus”, afirma Edir Macedo ao lado das filhas, genros e esposa, que estavam com ele no palco.

“Um homem tem que ser cabeça porque se não forem cabeça o casamento deles estará fadado ao fracasso. Mas, não é isso que se ensina hoje. O que se ensina hoje é: minha filha você nunca vai ficar sujeita a um homem. Você não vai ficar sujeita a um homem. Então, está bom, vai ficar sujeita à infelicidade. Porque não existe família, não existe felicidade, a mulher cabeça e o homem corpo. É fracasso. E deve ter mulheres aqui que sabem o que estou falando: tem mulheres inteligentíssimas que não sabem onde encontrar o cabeça. Verdade: sim ou não? ”, pergunta à plateia, que escuta todos os absurdos concordando e rindo.

Se não bastasse tantos absurdos, o bispo ainda completa falando que sua mulher sempre desejou que suas filhas se casassem com norte-americanos, pois são “corteses e educados”. Arrancando risos dos evangélicos na plateia, ele diz que sempre desejou que as filhas se casassem com “machos”.

Com esse discurso carregado de moralismo cristão, totalmente alinhado com o governo Bolsonaro, Edir Macedo ataca brutalmente as mulheres, as universidades e se mostra um verdadeiro puxa-saco dos norte-americanos.

O líder da igreja Universal até se contradiz quando diz que fazendo faculdade, a mulher seria a “cabeça”, seria mais inteligente do que o homem. Por que seria a “cabeça” se eles já falaram inúmeras vezes que as universidades são “centros de podridão ideológica”, “balbúrdia” ou um “ambiente promíscuo” como muitos pastores dizem?

Quanto às mulheres, o bispo bolsonarista ataca o direito fundamental e inegociável a qual todas deveriam ter pleno gozo: a decisão sobre o que é mais conveniente à sua vida. Colocar a mulher como empregada dos maridos, filhos e até da igreja, é a política típica da extrema-direita. Para eles, esse é o “papel fundamental” das mulheres: servir!