Secretaria de meio ambiente tucana de São Paulo despeja 80 famílias no Vale do Ribeira

vale do ribeira

A Secretaria de Meio Ambiente do estado de São Paulo está realizando o despejo de mais de 80 famílias no município de Miracatu, no Vale do Ribeira. A expulsão das 80 famílias ocorre no bairro Vista Grande, localidade denominada Colinas Verdes.

A secretaria tucana, ao estilo do fascismo ecológico, afirma que as famílias vivem dentro de uma unidade de conservação e que deveriam estar fora da área. Mas o fato é que as famílias ocupam a área há mais de 30 anos.

Mesmo morando no local durante todos esses anos, não podem ser defendidos pela defensoria pública porque o estado não reconhece as famílias como moradores tradicionais e fica a mercê do estado fascista tucano.

Como um bom governo de direita, o governo tucano expulsa as famílias sem dar as mínimas condições para que as famílias se retirem do local de maneira adequada e muito menos fique em local para viverem sob as mínimas condições.

Sob a justificativa da ecologia e da proteção da natureza, os golpistas reprimem cada vez mais a população enquanto as grandes empresas e latifúndios destroem os recursos naturais e contaminam a população e os trabalhadores.

Essa situação de aumento da repressão contra a população pobre sob a justificativa da ecologia se tornou cada vez mais comum após o golpe de estado. Isso para esconder o aumento da destruição dos recursos naturais pelos grandes monopólios capitalistas e do latifúndio, e na privatização dessas unidades de conservação para grandes empresas.