Menu da Rede

Economia

Economia na mão da direita resulta em assalto ao bolso do povo

Aumento da taxa SELIC é uma tentativa desesperada para conter a inflação e manter o poder de compra do real

Tempo de Leitura: 2 Minutos

Exposição sobre o Real organizada pelo BC – Marcelo Camargo Agencia Brasil

Publicidade

Com o completo fracasso no combate a pandemia no Brasil, o governo ilegítimo de Bolsonaro demonstra que não tem também nenhum controle sobre a economia nacional. Diante de um número de mais de 14 milhões de desempregados no país, e um número ainda maior de subempregados; o Banco Central aumentou recentemente a taxa básica de juros para 3,50% ao ano. Alta de 0,75% em relação ao índice anterior. Essa elevação da alta dos juros representa um aumento no verdadeiro roubo que é o pagamento da dívida pública através da arrecadação dos impostos de toda a população para pagar juros a bancos.

Ao contrário de aumentar o auxílio emergencial para garantir que os trabalhadores possam ter o mínimo durante a pandemia, o governo federal estimula ainda mais o massacre da população. Diferente até mesmo dos países imperialistas, o governo brasileiro nem mesmo se preocupa em garantir o mínimo para tentar manter a economia funcionando. Esta última elevação na taxa de juros pode representar um prejuízo estimado em aproximadamente R$ 24 bilhões no orçamento federal. De acordo com o professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o economista André Roncaglia.

Do lado negativo, a elevação da taxa de juros implica em mais custos do serviço de juros da dívida pública. E menor incentivo monetário para a retomada da atividade econômica, ainda profundamente anêmica, com elevado desemprego e famílias e empresas altamente endividadas”, declarou Roncaglia. Segundo ele, a intenção do BC é equiparar a taxa nominal de com as estimativas de inflação. “Assim, o BC mira uma taxa de juros real nula até o final do ano. O que requer uma taxa Selic de 5% a 5,5% até dezembro de 2021, em face de uma inflação esperada de 5,5% até o final do ano.”

Além da perda no investimento que poderia ser realizado pelo estado brasileiro no combate a pandemia, o movimento do governo é uma demonstração de que não há também nenhum controle sobre a inflação. Apesar de no momento ela estar aparentemente sob controle, os movimentos da política econômica do governo federal revelam que há uma tendência de aumento significativo da inflação nos próximos meses com uma perspectiva de grande alta até o final do ano.

Diante deste cenário, é preciso mobilizar os trabalhadores para lutar contra o governo federal, Bolsonaro e todos os golpistas. As últimas semanas mostraram que há uma tendência grande de mobilização das bases para lutar contra a política de ataque aos trabalhadores, contra o neoliberalismo e todos que defendem o regime golpista, tanto a nível federal quanto nos estados e municípios.

.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

70 ANOS DA REVOLUÇÃO CHINESA - COM RUI COSTA PIMENTA (CURSO COMPLETO)

342 Visualizações 5 horas Atrás

Watch Now

Send this to a friend