Mobilizar por Lula presidente
Em seu pronunciamento, Lula se colocou a serviço do povo brasileiro para barrar a destruição do país por parte da direita golpista. Agora, devemos lutar por Lula candidato em 2022
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Lula-manifestação
Lula em manifestação contra o impeachment na Avenida Paulista | Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O grande acontecimento político da última semana foi o pronunciamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 7 de setembro. Seu pronunciamento foi bastante contundente, onde coloca algumas questões fundamentais do atual momento político. Entre outras coisas, ele denuncia o fato de que Bolsonaro está destruindo o Brasil, se colocando –  nas entrelinhas – contra a política de controlá-lo, como defendida por um setor da esquerda. Mostrando-se, assim, a favor da política de “Fora Bolsonaro”, apesar de não declará-lo abertamente.

Outra questão fundamental denunciada por Lula, em seu pronunciamento, é o problema do imperialismo. Em sua fala, Lula faz duras críticas à submissão do atual governo brasileiro aos interesses estrangeiros, principalmente aos norte-americanos. É fundamental que todos compreendam esse problema para não se confundir sobre as forças políticas em jogo na atual situação. Hoje, não há mais como negar que o golpe de Estado dado em 2016 foi obra do imperialismo, sendo o seu principal objetivo a devastação da economia nacional. 

No entanto, o aspecto mais fundamental de seu discurso é o fato de ele se colocar à disposição do povo brasileiro para travar uma luta contra a destruição do país, promovida por Bolsonaro e pelos golpistas. O caráter de importância desta colocação deve ser compreendido por todos os setores de esquerda do país. 

Lula é a liderança mais popular do Brasil. Embora alguns setores da esquerda pequeno-burguesa digam que ele não é um verdadeiro líder popular, é inegável o fato de que não existe nenhuma outra liderança de massas no país atualmente. Sua figura unifica todos os movimentos populares, arrasta uma enorme quantidade de pessoas consigo e tem uma presença extraordinária. É surpreendente que uma parte da esquerda prefira se aliar com golpistas, na política da “frente ampla”, em vez de se agrupar em torno da figura de Lula. O correto seria se aliar com uma liderança popular, cuja política – mesmo não sendo revolucionária – é capaz de realizar uma mobilização na luta contra os capitalistas e contra o imperialismo. A utilização de Lula na luta contra o bolsonarismo é uma solução mais efetiva na luta contra Bolsonaro. A política de “Frente Ampla”, levada adiante por um setor da esquerda, é – na verdade – uma enganação que irá beneficiar somente a direita tradicional e os golpistas.

Embora não se deva ter a ilusão de que as eleições serão vencidas por Lula e – como num passe de mágica – os problemas todos irão se resolver, o Partido da Causa Operária lançou a proposta de unificar toda a esquerda em torno da candidatura de Lula para a presidência nas eleições de 2022. Esta política é proposta não simplesmente de um ponto de vista eleitoral, mas sim como o impulsionamento de uma mobilização que procure pressionar o regime político a permitir a candidatura de Lula. Mesmo que uma parte da esquerda e da população embarque nessa campanha por Lula presidente por ter ilusões nas eleições, a sua ação terá um efeito revolucionário. 

A política defendida pelo Partido da Causa Operária é de utilizar a luta pela candidatura de Lula, em 2022, como um fio condutor da mobilização popular no país, agregando essa pauta na luta pelo “Fora Bolsonaro”. Seria uma forma de colocar o “Fora Bolsonaro” dentro do ambiente das eleições. Afinal, o Lula é o único candidato capaz de fazer frente a ele e à direita nas eleições presidenciais. Portanto, a luta começa já! Deve ser por Fora Bolsonaro e Lula Presidente em 2022!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas