Ofensiva da direita
Juiz Pablo Enrique Carneiro Baldivieso quer jogar 700 indígenas nas ruas em meio a pandemia para beneficar grileiros de terras indígenas em Porto Seguro (BA)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
jaqueira05
Indígenas sofrem com os latifundiários e a grilagem de terras indígenas. | Imagem: reprodução

Está marcada para esta quarta-feira (26/08), o despejo das famílias que compõe a aldeia Novos Guerreiros da Terra Indígena Ponta Grande, entre os municípios de Porto Seguro e Santa Cruz de Cabrália, na Bahia.

Os mais de 700 indígenas estão sofrendo com a ofensiva do judiciário contra a luta pela terra para beneficiar latifundiários e grileiros de terra da região. A área em questão está sofrendo reintegração de posse pelo Juiz Federal Pablo Enrique Carneiro Baldivieso.

O Juiz Federal Pablo Enrique Carneiro Baldivieso é conhecido por agir contra trabalhadores sem-terra, pois realizou em 2019, o despejo das de 700 famílias do Acampamento Abril Vermelho, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, próximo ao distrito de Junco, Salitre, onde viviam desde 2007 de uma terra pública. O acampamento era altamente produtivo.

Nesse momento, os indígenas Pataxó estão na mira da direita e do judiciário golpista para beneficiar a especulação imobiliária e a grilagem de terras em uma área de grande potencial turístico que vai abrigar condomínios de luxo e de um aeroclube que está construído em território Pataxó.

A aldeia Novos Guerreiros faz parte da Terra Indígena Ponta Grande, que possui cinco aldeias e caso haja o despejo. Toda a terra indígena está em área de conflito com latifundiários e caso a direita obtenha uma vitória contra a aldeia Novos Guerreiros, vai possibilitar o despejo de todos os indígenas das aldeias.

É necessário impedir o despejo dos indígenas da maneira que for necessária e denunciar o papel do judiciário para atacar os povos indígenas durante a pandemia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas