Chega de entreguismo
A crise capitalista aliada a pandemia do Covid-19 está criando problemas para os grandes capitalistas e a formação de grandes monopólios, é preciso estatizar grandes empresas.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
e_190
Avião em solo. Foto: Antônio Milena/ABR |

A crise capitalista aliada a pandemia do Covid-19 está criando problemas para os grandes capitalistas e a formação de grandes monopólios. Após o acordo entre Boeing e Embraer ter sido desfeito pelos estadunidenses, especialistas veem até mesmo como uma boa alternativa para a empresa brasileira. A Boeing já passava por problemas após atingir prejuízos que chegaram á U$636 milhões, após os problemas com os modelos 737 MAX, que eram os mais vendidos da empresa que agora está proibida de fabricar e comercializar os modelos devido à problemas recorrentes nas aeronaves. Somente essa crise na empresa já seria motivo o suficiente para não fecharem o acordo de U$ 4,2 bilhões que foi acordado e cancelado 28 meses depois. Na ocasião, a “parceria” seria com 20% para a empresa brasileira e 80% para a Boeing. Porém a crise capitalista se intensificou e com ela também apareceu a pandemia do Coronavírus, fazendo com que as demandas de voos e pedidos para novas aeronaves despencassem. Como já era esperado, o acordo foi desfeito e a Boeing já pediu ajuda para Washington, assim como não é descartado a mesma possibilidade para a Embraer, afinal, os grandes capitalistas sempre recorrem ao Estado quando se encontram em apuros para garantirem seus lucros e não fecharem as portas.

Em momentos como esse podemos observar como a estatização de grandes empresas nacionais é necessária, além de garantir soberania ao país e evitar o entreguismo para os mercados imperialistas, a estatização evita que grandes capitalistas suguem o dinheiro dos trabalhadores com nenhum retorno ao país e a população, afinal o dinheiro em sua maioria acaba caindo nas mãos do capital estrangeiro e servindo a interesses imperialistas.

Empresas como a Embraer, Petrobrás, entre outras devem ser completamente estatais, e estarem sob o controle do povo e servirem ao povo, assim garantindo o poder da soberania nacional. Acordos como esse firmado entre Boeing e Embraer apenas servem para a penetração imperialista dentro do país, que se apossam das empresas brasileiras com acordos em sua maioria injustos e também sucateiam os serviços prestados, além de colocarem funcionários em regimes de terceirização com salários e condições de trabalho precários. A estatização da Embraer é necessária para que o povo brasileiro não seja vitima mais uma vez do saque imperialista e o entreguismo dos governos direitistas, a soberania brasileira passa pela garantia de que empresas brasileiras sejam controladas pelo povo e sirvam os interesses do povo brasileiro, e não ao grande capital imperialista.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas