Ataque imperialista na África
A Organização dos Direitos Humanos denuncia mortes de civis na Somália por tropas norte americanas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
drone americano
Drones Americanos | Foto: Getty Images

A Organização dos Direitos Humanos, Human Rights Watch (HRW), denunciou nesta terça-feira (16) a morte de sete civis em dois ataques dos EUA em solo somaliano em fevereiro e março. O primeiro ataque ocorreu em 2 de fevereiro, quando um Drone dos EUA bombardeou e atingiu uma casa em Yibil, uma aldeia na região sul de Middle Juba, no caso, uma mulher morreu e duas de suas irmãs, seus filhos e sua avó ficaram feridos.

O segundo ataque ocorreu em 10 de março, perto da cidade de Yanale, quando as forças americanas atacaram a área com uma aeronave não tripulada, matando seis pessoas a bordo de um microônibus , incluindo um garoto de 13 anos.

A presença de militares norte-americanos na Somália, dobrou depois que Dolnad Trump ordenou a intensificação dos ataques contra o suposto grupos terrorista no país a África Oriental. Sempre com a desculpa de levar democracia para os países atrasados os Estados Unidos aterrorizam e matam pessoas inocentes em todo planeta.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas