Drama corintiano: time tem queda vertiginosa depois do desmanche promovido pela diretoria

ENTREVISTA COLETIVA / ANDRES SANCHEZ

O campeão brasileiro de 2017 atravessa um momento muito delicado na atual temporada do futebol nacional. Estamos falando do Corinthians, “o Timão”, o clube que contabiliza o maior número de títulos nacionais, somando sete conquistas no total. O Corinthians vem atravessando talvez uma das suas piores fases na disputa do campeonato brasileiro de clubes, o que só pode ser explicado pela política irresponsável de desmanche promovida por sua atual diretoria.

O time do presidente Andres Sanchez colocou a venda as principais peças que o time mantinha em seu elenco, muitos deles campeões nacionais na temporada anterior, quando o clube realizou uma vitoriosa campanha. Neste momento, o time de maior torcida do Estado de São Paulo e certamente uma das maiores e mais apaixonadas do País ocupa tão somente a oitava posição, registrando oito derrotas ao longo do primeiro turno da competição.

O time não é nem uma pálida sombra do que foi em 2017, praticando um futebol apático, sem vitalidade, confuso e desorientado. Isto ficou patente na última partida, desta quarta-feira, contra o Fluminense, onde foi derrotado pelo placar de 1 x 0. Nem tanto pelo resultado, considerado normal num clássico regional, jogando na casa do adversário, mas em função da qualidade do futebol apresentado. muito distante das grandes atuações da equipe que marcaram a trajetoria vitoriosa do “Coringão” na temporada passada.

Resta, por hora, ao alvinegro paulistano a presença nas semifinais da Copa do Brasil, onde tem confronto já definido contra o Flamengo. Será uma ótima oportunidade para o time mostrar que ainda esta vivo na temporada atual, deixando para trás a má impressão deixada por ocasião das últimas partidas no Brasileirão.