Fora Doria!!!
As empresas que serão privatizadas contam com cerca de 4,1 mil funcionários, que em sua maioria serão demitidos, porém serão afetados mais de 7 mil trabalhadores indiretamente
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
joao-doria_3
João Doria, governador golpista de São Paulo | Isto É independente

Depois do golpe de Estado que destituiu a presidenta eleita Dilma Rousseff, os golpistas começaram a impor sua agenda neoliberal de privatização e venda do Estado. Com a pandemia, e a inércia das direções sindicais, o governador fascista e genocida João Doria mandou um Projeto de lei para Assembleia Legislativa em12 de agosto, em regime de urgência, para  ser aprovado a privatização de 10 empresas estatais do estado de São Paulo.

O golpista Doria (PSDB) tenta emplacar um macabro projeto de venda do estado para os capitalistas, quer promover o desmonte das empresas públicas. O tucano quer aprovar a todo custo esse projeto de lei.

O projeto de lei prevê a privatização de dez empresas públicas, são elas: a Fundação para o Remédio Paulista,  a CDHU e o Itesp,a Companhia Metropolitana de Transportes Urbanos, a Fundação Parque Zoológico, a Fundação Oncocentro de São Paulo, o Instituto Florestal, a Superintendência de Controle de Endemias, o Instituto de Medicina Social e de Criminologia e o Departamento Aeroviário.

As empresas que serão privatizadas contam com cerca de 4,1 mil funcionários,que em sua maioria serão demitidos, porém serão afetados mais de 7 mil trabalhadores indiretamente. O governo golpista abriu um programa de demissões voluntárias PDV destinado a servidores celetistas estáveis que preenchem os requisitos da aposentadoria, forçando muitos a sairem.

A proposta também vai atingir as universidades e institutos de pesquisa paulistas. O texto quer aprovar o repasse aos cofres do estado do superávit financeiro dos fundos de despesa de autarquias e fundações. Incluem-se nesse montante, a USP, Unicamp, Unesp e a Fapesp.

É preciso que os trabalhadores e suas entidades coloquem o “bloco na rua”, pois a privatização representa milhões de desempregados, o fim de programas: como remédio gratuito e moradia barata, o fim das universidade de São Paulo, o fim da pesquisa, o fim do ensino público de qualidade.

O governo fascista de Doria quer vender o estado, com o aval da Alesp,  entregar o estado aos capitalistas. Não há privatização!!!, é preciso estatizar o que foi privatizado e colocar sob o controle dos trabalhadores.

É preciso derrotar os golpistas e sua política nefasta de destruição do patrimônio público, quer transforma o Brasil em um pais de terra arrasada. Fora Bolsonaro e todos os golpistas!!!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas